"O MAIOR ACERVO DA INTERNET DE FICHAS TÉCNICAS DE CAMPEONATOS NO BRASIL"
Veja o indíce dos Campeonatos clicando em http://indiceblogdomarcao.blogspot.com/
atualizado até dezembro de 2010

sábado, 29 de outubro de 2011

SFC 2011 - JOGO 68

FLAMENGO/RJ 1x1 SANTOS
Estádio: Engenhão – Rio de Janeiro/RJ
Data e Horário: Domingo, 23/10/2011 - 18h
Árbitro: Paulo Henrique Godoy Bezerra (SC)
Assistentes: Carlos Berkenbrock e Kleber Lucio Gil (SC)
Cartões Amarelos: Maldonado, Negueba e Willians (FLA).
Gols: Neymar (pen) 48' e Deivid (FLA) 78'.
FLAMENGO: Felipe, Léo Moura, Alex Silva, Welinton, Junior Cesar, Maldonado, Willians (Thomás 67'), Renato, Negueba (Vander 56'), Deivid e Jael (Diego Maurício 56'). T: Vanderley Luxemburgo.
SANTOS: Rafael, Danilo, Edu Dracena, Bruno Rodrigo, Durval, Adriano, Henrique, Arouca (Bruno Aguiar 79'), Neymar, Alan Kardec (Ibson 73') e Rentería. T: Tata (interino).
Público: 13.853 pagantes (18.257 total)
Renda: R$ 374.105,00

Observações:
Trigésima Primeira Rodada do Campeonato Brasileiro.
O atacante Neymar chegou a 74 gols pelo Santos se tornando o 29º maior artilheiro da história do Santos.
O Auxiliar Técnico Tata dirigiu novamente o Santos FC porque o Técnico Muricy Ramalho, mesmo tendo alta do hospital no sábado de manhã, seguiu orientação médica de ficar em repouso.
A última vitória santista sobre o CR Flamengo: 05/08/2007 – 3x0 – gols de Pedrinho, Marcos Aurélio e Kléber, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro.
Classificação: Santos FC – 11º - 42 pontos; CR Flamengo 4º - 52 pontos; Líder: CR Vasco da Gama - 57 pontos.
Colaboração: Amauri Robinson

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Santos ganhou mas não levou as Taças dos mundiais

Peixe nunca teve troféus do Mundial de Clubes, sustenta pesquisador

Coordenador do Centro de Memória e Estatística do Santos diz que não houve perda das taças porque elas não ficaram na Vila após as conquistas

Por GLOBOESPORTE.COM Santos, SP
taças dos Mundiais do Santos (Foto: Globoesporte.com)Réplicas das taças dos Mundiais do Santos estão
no museu da Vila (Foto: Globoesporte.com)
Os troféus do bicampeonato mundial conquistado pelo Santos, em 1962 e 63, só ficaram com o Peixe nos anos em que o Alvinegro Praiano os conquistou. O troféu era de posse transitória e só ficaria definitivamente na Vila Belmiro se o clube tivesse vencido o torneio intercontinental três vezes. Portanto, não houve extravio das peças. Simplesmente, o clube nunca as teve. É isso o que sustenta o pesquisador Guilherme Guarche, que coordena o Centro de Memória e Estatística do Santos.
Ele afirma que o Santos está preparando uma nota oficial para desfazer o que considera um “mal-entendido”. O jornal Diário de S. Paulo publicou nesta quarta uma reportagem sobre o suposto sumiço dos troféus que representam as duas maiores conquistas do Peixe. Para montar o seu Memorial das Conquistas, inaugurado em 2003, o clube alvinegro recorreu ao São Paulo, que havia conquistado o Mundial em 1992 e 93 - e voltaria a vencer em 2005 -, para pedir um dos troféus emprestados que serviu de modelo às réplicas santistas.
Ao jornal, o ex-presidente alvinegro, Marcelo Teixeira, que idealizou e inaugurou o museu, explicou que, quando foram reunir o material para a inauguração do local, descobriu que não havia nenhuma menção aos dois títulos mundiais. Ninguém sabia quando haviam sumido. Segundo Guarche, porém, não houve sumiço nenhum pelo simples fato de o Peixe nunca ter ficado com as taças.
- Os troféus eram de posse transitória. O Santos só os teria se tivesse conquistado três títulos. Como conquistou dois, não ficou com um definitivo. E não foram feitas réplicas na época para que se ficasse com o clube. Isso tudo é um grande mal-entendido - explicou o pesquisador.
Segundo o coordenador de comunicação do Santos, Arnaldo Hase, existe a hipótese de alguma réplica ter sido fabricada nos anos 70. Ele explicou que o clube está pesquisando descobrir se houve mesmo algo. Mas considera improvável.
- Sabemos que alguns troféus antigos foram doados para museus, mas sabemos que nenhum desses era dos Mundiais. Estamos pesquisando para saber se houve alguma réplica nos anos 70. O que sabemos, até o momento, é que não. 
Curiosamente, o Santos mantém em seu museu as réplicas das duas Taças Libertadores que conquistou em 1962 e 63, que também são de posse transitória. Além disso, outros campeões mundiais dos anos 60 e 70 mantém em seus museus as lembranças de suas conquistas (casos de Real Madrid e Peñarol). O Santos, não.

São Paulo FC ajuda o Santos FC a reconstruir sua história

Do site Arquibancada Tricolor:


Troféus dos Mundiais do Santos desapareceram
Os que estão expostos no Memorial das Conquistas, na Vila, são réplicas de uma taça cedida pelo São Paulo

Construído em 2003, o Memorial das Conquistas na Vila Belmiro exibe as glórias do Santos. Em lugar de destaque, estão os troféus dos títulos mundiais de 1962 e 1963. Daqui a menos de dois meses, o Peixe terá a chance de colocar o terceiro exemplar na galeria. Desta vez, um original. Funcionários, conselheiros e ex-dirigentes garantem que as taças em exposição hoje são réplicas.

As recebidas há quase 50 anos desapareceram e ninguém sabe onde estão. “É uma história muito bem guardada até hoje porque é vexatório que os troféus tenham sumido. São quase idênticos aos originais. Quase. Se você reparar bem, não são iguais”, confessou ao DIÁRIO um funcionário de longa data na Vila Belmiro.

Tal fato remete à Jules Rimet, taça do tricampeonato mundial da seleção brasileira (1958, 1962 e 1970) que foi furtada e derretida na década de 80. A diferença básica é que ninguém sabe o destino das do Santos.

“As taças sumiram. Não dá para dizer que é culpa do Marcelo Teixeira (presidente à época da descoberta), nem de ninguém, porque não se sabe quando isso aconteceu. Não se pode colocar responsabilidade em ninguém sem saber o real paradeiro”, diz José Carlos Peres, conselheiro do Peixe, ex-superintendente na época em que Teixeira foi o mandatário e fundador da ONG Santos Vivo.

A “perda” foi percebida no momento em que os troféus deveriam ter sido transferidos para o Memorial das Conquistas. “Mais coisas se perderam, mas as lembranças das vitórias sobre Benfica (1962) e Milan (1963) foram as mais relevantes”, observa o funcionário, que deu a entrevista na condição de ser mantido no anonimato.

Ajuda rival/ Atordoada com a descoberta, a diretoria buscou solução para evitar que a torcida, associados e grande parte do Conselho Deliberativo soubessem. A ajuda veio do São Paulo. Mediante seguro, o hoje diretor de relações internacionais, Carlos Caboclo, conseguiu fazer com que o clube do Morumbi cedesse um dos seus troféus para o Santos fazer as réplicas. Pelo custo de R$ 10 mil cada, o Peixe encomendou duas em loja na região da Rebouças, na capital, e as colocou no Memorial das Conquistas.

As diferenças estão nas bolas colocadas no topo das taças. Os troféus exibidos com orgulho pela geração de Pelé tinham listras gravadas verticalmente nas laterais das pelotas. As que o Santos exibe atualmente, no Memorial, são horizontais. Exatamente como as do São Paulo. Outros detalhes no ângulo em que a bola está colocada na parte superior também são diversos do modelo original. O DIÁRIO tentou, mas não conseguiu contato com Carlos Caboclo.

Em dezembro, o Santos vai em busca de outro título histórico. A torcida é para que o Alvinegro volte com mais um Mundial. E que, desta vez, saiba cuidar melhor de sua espetacular história, construída em quase cem anos de glórias.

Ex-presidente acredita que taças podem ter ido para o lixo
Marcelo Teixeira estava em seu segundo ano de mandato, em 2001, quando descobriu que faltavam na galeria do Santos os troféus das maiores conquistas do clube. Ao pedir levantamento de todas as taças, durante processo de informatização, sentiu falta das dos dois Mundiais.

Surpreso, garante ter ido atrás de informações com funcionários antigos, ex-jogadores e ex-presidentes. “Todos diziam que as taças vieram para Santos quando foram conquistadas, que foram levadas para a prefeitura e depois para a Vila. Só que ninguém sabia o que tinha acontecido depois”, relata o ex-dirigente, mandatário de 2000 a 2009.

Apesar disso, Teixeira não acredita que os troféus foram roubados. Ele acha mais provável terem sido perdidos ou até ido para o lixo. “Embaixo de uma das arquibancadas (na parte interna do clube), havia um monte de troféus com teias de aranha e até um rolo de filme com imagens da construção da Vila Belmiro. Mas nenhuma taça era do Mundial”, lembra-se. “Pedimos a do São Paulo como referência. Contratei uma empresa especializada em transporte de valores. Foi um grande esquema de segurança. Já imaginou a repercussão se some a taça do São Paulo?”

Só mais uma prova de como a história do clube não era preservada: um outro ex-funcionário do Peixe à época conta que o primeiro grande troféu do clube, o do Paulista de 1935, também foi encontrado em um desses cômodos abaixo da arquibancada. Isso, dois anos após a inauguração do Memorial das Conquistas.

O atual presidente, Luis Alvaro Ribeiro, não sabia que as taças de 62 e 63 eram réplicas. Ele vai averiguar a situação e se pronunciar a partir desta quarta-feira, segundo sua assessoria de imprensa.

Entrevista
Denise Covas - Ex-coordenadora do Memorial
'Nunca vão saber onde esses troféus foram parar'

DIÁRIO_ Qual foi sua reação ao saber que não havia troféus dos dois Mundiais?
DENISE COVAS_ Eu fiquei chocada, todos lamentamos. Sumiram os dois troféus mais importantes que um clube pode ter. De qualquer forma, a gente conseguiu resolver.

Com a ajuda do São Paulo...
Sim, conversamos com a diretoria do São Paulo e fizemos tudo sem problemas. As taças ficaram exatamente iguais.

Mas não são idênticas. Há detalhes diferentes.
Sim, as conquistas do São Paulo (1992/1993) foram bem depois das do Santos (1962/1963). Mas é a réplica mais próxima possível. Antes, havia outra réplica da taça do Mundial, mas não era muito parecida. E era só uma, não me lembro do ano.

Então, alguém sabia antes que as originais haviam sumido?
Eu não sei direito, era um troféu que remetia ao Mundial, mas não sei quando o fizeram. Só tinha um.

O que você acha que aconteceu com as taças originais?
Eu não sei. Nunca vão saber onde elas foram parar porque, infelizmente, não havia registros nas décadas de 60, 70, 80 e 90. Não tinha essa preocupação com a preservação histórica. Isso é coisa muito recente.

Você ou alguém da diretoria chegou a procurar dirigentes de gestões anteriores à de Marcelo Teixeira?
Tinha muita gente que passou pelo Santos na época em que o time ganhou os títulos, mas não tínhamos os contatos de todos. Alguns faleceram. Dos que encontramos, ninguém sabia o destino das taças.

Fonte: Diário de SP

SPFC 2011 - JOGO 63

São Paulo 0 x 0 Coritiba
Data: Domingo, 23 de outubro de 2011, 16:00 hs
Local: Morumbi, São Paulo
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)

Auxiliares: Belmiro da Silva e Raimundo Carneiro de Oliveira (Ambos BA)
Cartôes amarelos: Willian Farias (16'); Everton Costa (48'); Dagoberto (53'); Rafinha (79'); Leonardo (84')

Renda: R$ 352.044,00

Público: 14.298 pagantes - 15.148 total
São Paulo: Rogério Ceni; Piris, João Filipe, Rhodolfo e Juan; Wellington, Casemiro (Jean, 72'), Cícero (Fernandinho, 72') e Lucas (Marlos, no intervalo); Dagoberto e Luis Fabiano

Técnico: Milton Cruz (interino)
Coritiba: Vanderlei; Jonas, Jeci, Emerson e Lucas Mendes; Willian Farias, Leo Gago, Everton Costa (Davi, 64') e Rafinha; Marcos Aurélio (Anderson Aquino, 69') e Bill (Leonardo, 84')

Técnico: Marcelo Oliveira

Obs: Trigésima segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado o SPFC permanece em sexto lugar

SPFC 2011 - CATEGORIAS DE BASE - SUB-15

São Paulo 2  x 1 Mogi Mirim
Primeira partida das Quartas de final do Campeonato Paulista Sub-15
Data: Sábado, 22 de outubro de 2011, 09:00 hs
Local: Estádio Laudo Natel em Cotia
Árbitro: Salin Fende Chavez
Auxiliares: Peterson Leão Rodrigues e Vitor Salzani
Gols: Ewandro 11', Leonardo 25', Ewandro 36'
São Paulo: João Paulo; Lucas (Marcos Coelho 40'), Antonio, Lucas Kal, Wesley (Vinicius intervalo), Gabriel Castro (Fabrício 57'), Gustavo, Auro, Ewandro (Bruno 58'), Leonardo e Joanderson.
Técnico: Clementino Fonse ca de Aguiar Junior

SPFC 2011 - CATEGORIAS DE BASE - SUB-20

Corinthians 1 x 1 São Paulo
Primeira partida das Quartas de final do Campeonato Paulista Sub-20
Data: Sábado, 22 de outubro de 2011, 16:00 hs
Local: Estádio Antônio Soares de Oliveira, Guarulhos
Árbitro: Tiago  Luis Scarascat
Auxiliares: Gustavo Rodrigues de Oliveira e Fabricio Porfirio de Moura
Cartões vermelhos: Lucas e Victor (SCCP) ambos aos 81'
Gols: Patrick 25', Anderson 44'
São Paulo: Leonardo; Lucas, Marcelo, Luiz Paulo, Cleiton, João Felipe, Dener, Patrick, Regis (Pedro Henrique 67') e Bruno (Ademilson 69')

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

FFC 2011 - JOGO 56

FLUMINENSE 0 X 2 ATLÉTICO-MG


Motivo: Campeonato Brasileiro

Local: Estádio do Engenhão, Rio de Janeiro, RJ.

Data/hora: 22 de outubro de 2011, sábado, às 18h (horário de Brasília)

Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)

Assistentes: Júlio Cesar Rodrigues Santos (PE) e José A. Chaves Franco Filho (RS)

Renda / público: R$ 378.075,00 / 24.143 ( 19.525 pagantes )

Cartões Amarelos: Edinho e Leandro Euzébio (FLU); Mancini, Carlos César e Fillipe Soutto (CAM)

Cartão Vermelho: Leandro Euzébio (FLU)

Gols: Daniel Carvalho, aos 10', e André, 45' do 1ºT.

FFC: Diego Cavalieri; Mariano, Leandro Euzébio, Márcio Rosário e Carlinhos; Edinho, Rodrigo (Araújo, no intervalo), Fernando Bob (Souza, 16'/2ºT) e Lanzini; Martinuccio (Ciro, 26'/2ºT) e Rafael Sobis. Técnico: Abel Braga.

CAM: Renan Ribeiro; Carlos César, Réver, Leonardo Silva e Triguinho; Pierre, Fillipe Soutto, Mancini (Richarlyson, 18'/2ºT) e Daniel Carvalho (Eron, 35'/2ºT); Bernard e André (Neto Berola, 26'/2ºT). Técnico: Cuca.


Obs.: O Fluminense sentiu muito os desfalques de Deco, Marquinho, Fred e Rafael Moura, que deixaram o time com menos poderio ofensivo. Durante a semana um jornal divulgou a formação e a tática que o Fluminense tentaria implantar para surpreender o adversário ao optar por um treino secreto, o que dificultou ainda mais a atuação do time, já que o oponente era dirigido por ex-técnico do Flu, que conhece bem as características do elenco e armou o seu time adequadamente para aproveitar os pontos fracos do Tricolor. Apesar da derrota, com a combinação dos demais resultados, o Fluminense manteve-se na quinta colocação.

Colaboração: Alexandre Berwanger

sábado, 22 de outubro de 2011

História do Santos - 1985 - Parte II

História do Santos 1985 - Parte I

História do Santos 1984 - Parte II

História do Santos - 1984 - Parte I

História do Santos 1983 - Parte II

História do Santos 1983 - Parte I

História do Santos 1982 - Parte II

História do Santos 1982 - Parte I

SFC 2011 - JOGO 67

SANTOS 2x0 BOTAFOGO/RJ
Estádio: Vila Belmiro – Santos/SP
Data e Horário: quarta-feira, 19/10/2011 - 20h30
Árbitro: Evandro Rogério Roman (PR)
Assistentes: Roberto Braatz (PR) e Altemir Hausmann (RS)
Cartões Amarelos: Danilo, Adriano, Arouca e Borges (SAN); Bruno Tiago, Léo e Alessandro (BOT).
Gols: Neymar 15' e Borges 28'.
SANTOS: Rafael, Danilo, Edu Dracena, Bruno Rodrigo, Durval, Adriano (Ibson 66'), Henrique, Arouca, Borges (Rentería 39'), Alan Kardec e Neymar. T: Tata (interino).
BOTAFOGO: Jefferson, Alessandro, Antônio Carlos, Fábio Ferreira, Cortês, Marcelo Mattos (Caio 83'), Bruno Tiago (Léo 19'), Elkeson (Herrera 45’), Maicosuel, Felipe Menezes e Loco Abreu. T: Caio Júnior.
Público: 5.770 pagantes
Renda: R$ 137.250,00

Observações:
Vigésima Primeira Rodada do Campeonato Brasileiro (Jogo adiado a pedido do Santos FC aos jogos da Seleção na Copa América – Elano, Neymar e Paulo Henrique Ganso estavam servindo a Seleção).
O atacante Neymar chegou a 73 gols pelo Santos se tornando o 30º maior artilheiro da história do Santos.
Já o atacante Borges, chegou a 22 gols (em 28 jogo), todos feitos em jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro. Igualando assim, o recorde do atacante Serginho Chulapa na artilharia em uma edição do campeonato pelo Santos FC.
O Auxiliar Técnico Tata dirigiu o Santos FC porque o Técnico Muricy Ramalho foi hospitalizado devido a uma hérnia de disco.
Classificação: Santos FC – 11º - 41 pontos; Botafogo FR 3º - 52 pontos; Líder: SC Corinthians P - 54 pontos.

Colaboração: Amauri Robinson

SFC 2011 - JOGO 66

SANTOS 0x1 GRÊMIO/RS
Estádio: Vila Belmiro – Santos/SP
Data e Horário: Domingo, 16/10/2011 - 16h
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Assistentes: Janette Mara Arcanjo (MG) e Antônio F. de Sousa Parreão (TO)
Cartões Amarelos: Rafael e Edu Dracena (SAN); Fernando e André Lima (GRE).
Gols: Escudero (GRE) 20'.
SANTOS: Rafael, Danilo (Leandro Silva 77'), Bruno Rodrigo, Edu Dracena, Durval, Arouca, Henrique, Ibson (Tiago Alves 78'), Alan Kardec, Rentería (Breitner 64') e Borges. T: Muricy Ramalho.
GRÊMIO: Victor, Mário Fernandes, Gilberto Silva, Rafael Marques, Julio Cesar (Bruno Collaço 89'), Fábio Rochemback, Fernando, Marquinhos (Adilson 70'), Douglas, Escudero (Diego Clementino 76') e André Lima. T: Celso Roth.
Público: 3.477 pagantes
Renda: R$ 90.310,00

Observações:
Trigésima Rodada do Campeonato Brasileiro.
Jogo de número 70 entre Santos FC e Grêmio FBPA: 31 vitórias santistas, 16 empates e 23 vitórias gremistas; 99 gols santistas contra 74 gremistas.
Primeira vitória do Grêmio FBPA na Vila Belmiro em jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro.
Classificação: Santos FC – 13º - 38 pontos; Grêmio FBPA 9º - 42 pontos; Líder: SC Corinthians P - 54 pontos.

Colaboração: Amauri Robinson

Amistosos SPFC - 1970

Em 1970 o São Paulo realizou dois jogos internacionais no começo do ano:

São paulo 1 x 1 FC Porto
Data: Domingo, 25 de janeiro de 1970
Local: Morumbi, São Paulo
Juiz: José Favilli Neto
Renda: NCr$440.258,00
Público: 107.869- total; 35.478-portadores do carnê paulistão; 11.055-menores; 1.412-convidaddos; total de não pagantes: 47.945
Gols: Vieira Nunes 32', Miruca 34'
São Paulo: Picasso; Edson (Claudio 98'), Jurandir, Dias e Tenente; Lourival e Gerson; Miruca, Zé Roberto (Babá 72'), Toninho (Téia 66') e Paraná
Técnico: Zezé Moreira
FC Porto: Vaz; Acácio, Valdemar, Vieira Nunes e Sucena; Gomes e Custódio Pinto (Ronaldo 83'), Rolando, Chico (Seninha 47') e Nobrega
Técnico: Manoel Vieira

Obs: Inauguração do Morumbi totalmente construido. 


São Paulo 8 x 0 Mitsubishi
Data: Domingo, 01 de fevereiro de 1970
Local: Morumbi, São Paulo
Juiz: Vilmar Serra
Renda: NCr$ 60.575,00
Público: 10.532
Gols: Zé Roberto 8', Carlos Alberto 12', Gerson 18', Dias 31', Carlos alberto 33', Miruca 53', Zé Roberto 59' e 68'
São Paulo: Sergio; Claudinho, Jurandir, Dias e Tenente; Carlos alberto (Nenê 57'), e Gerson; Miruca (Valter 58'), Zé Roberto, Toninhp (Babá 58') e Paraná
Técnico: Zezé Moreira
Mitsubishi: Yokoyama; Kikukawa, Onishi, Katayama e Yoshimi (Sekia 74'); Daini e Mori; Hosotani, (Ashikada 68'), Okubo, Ochiai e Shigeiama
Técnico: Hiroshi Ninomiya

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

SPFC 2011 - JOGO 62

São Paulo 1 x 0 Libertad
Data: Quarta feira, 19 de outubro de 2011, 21:50 HS
Local: Morumbi, São Paulo
Árbitro: Jorge Larrionda (URU)
Auxliares: Maurício Espinosa e Carlos Pastorino (ambos URU)
Cartões amarelos: Juan (31')
Renda: R$ 166.516,00
Público: 7.910-pagantes; 8.069-total
Gol: Luis Fabiano 76'
São Paulo: Rogério Ceni; Piris, Rhodolfo, João Filipe e Juan; Denilson (Casemiro, 61'), Wellington, Cícero (Marlos, 61') e Lucas (Rivaldo, 80'); Dagoberto e Luis Fabiano
Técnico: Milton Cruz (interino)
Libertad: Medina, Bonet, Benegas, Canuto, e Samudio; Ayala, Pouso (Cáceres, 82'), Aquino e Civelli; Ramirez (Menendez, 82') e Nuñez (Maciel, 75')
Técnico: Jorge Burruchaga

Obs: Jogo de ida na segunda fase da Copa Sulamericana. O São Paulo jogou com o logo da AACD estampado na camisa.

SPFC 2011 - CATEGORIAS DE BASE 15/10

sub-20

São Paulo 1 x 2 Flamengo
Segunda partida da terceira fase do Campeonato Paulista sub-20 de 2011
Data: Sábado, 15 de outubro de 2011, 15:00 hs
Local: Estádio Laudo Natel, Cotia
Árbitro: José Devison Gomes da Silva
Auxiliares: Vitor Carmona Metestaine e Claudson Lincoln Beggiato
Gols: Bruno (SP) 26', Igor 27', Marcelo 84'
São Paulo: Leonardo; Lucas Mendes, Marcelo, Luiz Paulo e Cleiton; Marcel, João, Pedro (Felipe Barros, 30min/2ºT) e Régis (Gabriel Xavier, 25min/2ºT); Bruno e Alfredo (Lucas Pajeu, 25min/2ºT)
Técncico: 
Sérgio Baresi
Flamengo-SP: Rafael; Marcelo Ribeiro, Cleiton, Ivan e Igor; Douglas, Filipe, Ademar e Matheus Cotulio; Lucas e Franc 
Técnico: José Augusto
Obs:  Com o resultado o São Paulo se classificou para a quarta fase

Artilheiro: Alfredo, 16 gols


sub-17

São Paulo 4 x 2 Guarani
Sexta Rodada da Terceira fase do campeonato Paulista sub-17
Data: Sábado, 15 de outubro de 2011, 10:45 hs
Local: Estádio Laudo Natel, Cotia
Árbitro: Paulo Sérgio dos Santos
Auxiliares: Carlos Eduardo da Silva e Benilto José de Brito
Gols: Rafael Rogério 17' e 24', Paulo Marcelo 43' e 49', Wellyson 50' (G), Alexandre 64' (G)

Classificação:
1-Santos, 12  2-Guarani,10  3-São Paulo,7  4-Mirassol,4

Obs: O São Paulo foi desclassificado do campeonato

sub-15

São Paulo 4 x 3 Pão de Açúcar
Sexta rodada do Campeonato Paulista sub-17
Data: Sábado, 15 de outubro de 2011, 09:00hs
Árbitro: Benilto José de Brito

Auxiliares: Carlos Eduardo da Silva e Paulo Sérgio dos Santos
Gols: Daniel (PA), 21', Joanderson 23', Ruan 26' (PA), Leonardo Prado 29', Ewandro 50', Daniel 56' (PA), Ewandro 59'

Classificação:
1-São Paulo,15  2-Diadema,12  3-Pão de Açúcar,7  4-Rio Branco,1

SPFC 2011 - JOGO 61

Atlético-GO 3 x 0 São Paulo
Data: Domingo, 16 de outubro de 2011
Local: Serra Dourado, Goiânia
Àrbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-DF)
Auxiliares: Marrubson Melo Freitas (DF) e Fábio Ferreira (TO)
Cartões amarelos: Vitor Junior (47'); Pituca (54'); Xandão (70'); Luis Fabiano (72')
Renda: R$ 509.950,00
Público: 23.906 pagantes
Gols: Gilson (25'); Felipe (60'); Anselmo (70')
Atlético: Márcio (Rafael, 70'); Rafael Cruz, Anderson, Gilson, Thiago Feltri; Marino, Bida (Joilson, 90'), Pituca e Vitor Junior; Felipe e Anselmo (Ernandes, 87')
Técnico: Hélio dos Anjos
São Paulo: Rogério Ceni; Piris (Jean, 83'), Xandão, Rhodolfo e Carlinhos; Wellington, Denilson, Cícero (Rivaldo, 57') e Lucas; Dagoberto (Marlos, 70') e Luis Fabiano
Técnico: Adilson Batista

Obs: Trigésima rodada do Campeonato Brasileiro de 2011. O São Paulo com os resultyados da rodada caiu para sexto lugar, ficando pela primeira vez no campeonato fora do G-4. O técnico Adilson Batista foi demitido no vestiário.

SPFC 2011 - JOGO 60

São Paulo 0 x 0 Internacional
Data: Quarta feira, 12 de outubro de 2011, 16:00 hs
Local: Arena Barueri, Barueri
Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa-PR)
Auxiliares: José Amilton Pontarolo (PR) e Roberto Braatz (Fifa-PR)
Cartões amarelos: Guiñazu (11'); Juan (34'); Ilsinho (35'); João Filipe (36'); Kleber (71')
Renda: R$ 483.265,00Público: 23.400-pagantes; 24.470-total
São Paulo: Rogério Ceni; Jean, João Filipe (Xandão, no intervalo), Rhodolfo e Juan; Wellington, Carlinhos (Casemiro, 69'), Cícero e Rivaldo; Dagoberto (Marlos, 81') e Luis Fabiano
Técnico: Adilson Batista
Internacional: Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Índio e Kleber; Guiñazu, Bolatti, Andrezinho (Tinga, 81'), Ilsinho (João Paulo, 73') e D'Alessandro; Dellatorre (Fabrício, 63')
Técnico: Dorival Junior

Obs: Vigésima nona rodada do campeonato Brasileiro de 2011. O São Paulo passa a ocupar a quarta colocação.

Amistosos do São Paulo FC - 1977

Em 1977 o time B do São Paulo Futebol Clube disputou os seguintes amistosos:

Seleção de Suzano 0 x 7 São Paulo
Data: Domingo, 03 de abril de 1977
Local: Suzano

América FC (Alfenas) 0 x 3 São Paulo
Data: Sábado, 23 de abril de 1977

CA Mogiguaçuano 1 x 3 São Paulo
Data: Sábado, 23 de abril de 1977

AA Itararé 0 x 1 São Paulo
SData: Sábado, 28 de abril de 1977

CA Linense 0 x 1 São Paulo
Data: Sábado, 08 de outubro de 1977, à noite
Local: Estádio Gilberto Siqueira Lopes, Lins
Juiz: RaimundoLazáro Profício
Gol: Mirandinha
Renda: Cr 40450,00
Linense: Valô; Pimenta, Bira, Sinval e Elias; Toninho, Neriva (Miquelino) e Paulo Cardoso; Roberto, Gilberto (paulo Dias) e Cardosinho (Nandinho).
São Paulo: Celso Cajuru; Antenor, Marinho, Eduardo (Ribas) e Osmar; Tecão, Muller (Peres) e Viana; Marcos (Valtinho), Mirandinha e Piau.
Técnico: Rubens Minelli
Obs: Após longo tempo contundidos Mirandinha e Osmar retornaram à equipe. Estréia de Marinho.

Usina Esther 0 x 1 São Paulo
Data: Domingo, 23 de outubro de 1977

AA Ituveravense 0 x 4 São Paulo
Data: Domingo, 30 de outubro de 1977

SE Gramense 0 x 2 São Paulo
Data: Sexta feira, 04 de novembro de 1977
Local: São Sebastião da Grama
São Paulo (delegação): Celso, Moreira, Eduardo, Malvesi, Milton, Valtinho, Ralph, Paulo, Geraldo, Chicão II, Adauto, Vicente, Heriberto, Sergio, Humberto, Jair, Mirandinha e Osmar

Ginásio Pinhalense 2 x 2 São Paulo
Data: terça feira, 15 de novembro de 1977
Local: Pinhal
São Paulo (previsão): Celso; Osmar, Eduardo, Malvesi, Mario Valter, Chicão II, Vicente, Jonas, Marcos, Mirandinha e Heriberto

EC Santo André 0 x 2 São Paulo
Data: Sábado, 19 de novembro de 1977

Paulista de Jundia´í 0 x 0 São Paulo
Data: Sexta feira, 11 de novembro de 1977

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Campeonato Paulista de 1902

CAMPEONATO PAULISTA “TAÇA CASIMIRO DA COSTA” - 1902
HISTÓRICO: Primeiro campeonato oficial de futebol no Brasil.
FICHAS TÉCNICAS:
03/05/1902
MACKENZIE 2 x 1 GERMÂNIA
Local: Parque da Antarctica Paulista
Árbitro: Antonio Casimiro da Costa.
Gols: Eppingaus (1º tempo), Kirschner (37-1) e Alicio de Carvalho (38-2).
MACKENZIE: Redher, Belfort Duarte e Warner; Sampaio, Alicio de Carvalho e Lourenço; Yelrd, Eppingaus, Pedro Bicudo, Armando Paixão e Lopes.
GERMÂNIA: Brasche, Riether e Nobiling; Kawall, Baumann e Muss; Linz, Russo, Kirschner, Nicolau Gordo e Enghehardt.
08/05/1902
SÃO PAULO 4 x 0 PAULISTANO
Local: Parque da Antarctica Paulista.
Árbitro: Antonio Casimiro da Costa
Gols: Boyes (2),Jeffery e Charles Miller.
SÃO PAULO: Andrews, A.Kenworthy e G.Kenworthy; Heyecock, Wucherer e Biddell; H.S.Boyes, Brough, Charles Miller, Montandon e W.Jefferey.
PAULISTANO: Jorge de Miranda Filho, Thiers e Rubião; E.Barros, Olavo e Renato Miranda; B.Cerqueira,J.Marques, Álvaro Rocha, Ibanez Salles e O.Marques.
11/05/1902
GERMÂNIA 2 x 0 INTERNACIONAL
Local: Parque da Antarctica Paulista.
Árbitro: Charles Miller.
Gols: Kirschner (2)
lNTERNACIONAL: Ozorio, Gutto e Maio; Armando, Vevé e Rubião; Duarte, Hime, Cox, Casimiro da Costa e Carlinhos.
GERMANIA: Brasche, Riether e Nobiling, Kawall, Baumann e Muss; Linz, Russo, Kirschner, Nicolau Gordo e Enghehardt.


13/05/1902
SÃO PAULO 3 x 0 MACKENZIE
Local: Velódromo Paulista, na rua Consolação.
Árbitro: Antonio Casimiro da Costa.
Gols: Brough (2) e Charles Miller.
SÃO PAULO: Andrews, Jeffery e Unwin; Heyecock, Wucherer e Biddell; Blackock, Brough, Charles Miller, Sparkes e Boyes.
MACKENZIE: Duarte de Azevedo, Belfort Duarte e Paula Neto; José Sobral, Alício de Carvalho e Sampaio; Lourenço, Mario Eppingaus, Armando Paixão, Pedro Bicudo e Lopes.

29/05/1902
INTERNACIONAL 1 x 1 MACKENZIE
Local: Velódromo Paulista, na rua Consolação.
Árbitro: O.Nobiling.
Gols: Casimiro da Costa (1º tempo) e Alício de Carvalho (39-2).
lNTERNACIONAL: Ozorio, Gutto e Maio; Armando, Vevé e Rubião; Duarte, Hime, Cox, Casimiro da Costa e Carlinhos.
MACKENZIE: Duarte de Azevedo, Belfort Duarte e Paula Neto; José Sobral, Sampaio e Alício de Carvalho; Yelrd, Mario Eppingaus, Armando Paixão, Pedro Bicudo e Lopes.
07/06/1902
PAULISTANO 2 x 2 MACKENZIE Local: Velódromo Paulista, na rua Consolação.
Árbitro: Jorge Mesquita.
Gols: Alício de Carvalho, Renato Miranda (1º T), Ibanez Salles e Mario Eppingaus (2ºT).
PAULISTANO: Jorge de Miranda Filho, Thiers e Rubião; E.Barros, Olavo e Renato Miranda; B.Cerqueira, J.Marques, Álvaro Rocha, Ibanez Salles e O.Marques.
MACKENZIE: Redher, Belfort Duarte e Paula Neto; José Sobral, Alício de Carvalho e Lourenço; Sampaio, Mario Eppingaus, Pedro Bicudo, Armando Paixão e Lopes.
08/06/1902
SÃO PAULO 3 x 0 INTERNACIONAL
Local: Chácara Dulley campo do SPAC, da rua Consolação, 125.
Árbitro: Sr. Laurent.
Gols: Corbet (contra), Charles Miller (1ºT) e Corbet (contra, 2ºT).
SÃO PAULO: Andrews, Jeffery e Unwin; Heyecock, Wucherer e Biddell; Blackock, Brough, Charles Miller, Sparkes e H.S.Boyes.
INTERNACIONAL: Ozorio, Gutto e Corbet; Armando, Vevé e Rubião; Duarte, Hirne, Cox, Prado e Carlinhos.

15/06/1902
PAULISTANO 3 x 1 INTERNACIONAL
Local: Velódromo Paulista, na rua Consolação.
Árbitro: Walter Jeffery.
Gols: Álvaro Rocha (1ºT). Holland (penalti) e João da Costa Marques. (2ºT)
PAULISTANO: Geraldo, Pacheco Jordão e Olavo; E.Barros, G.Rubião e Renato Miranda; B.Cerqueira, João da Costa Marques, Álvaro Rocha, Ibanez Salles e O.Marques.
INTERNACIONAL: Ozorio, Antony e S.Queiroz; A.Carvalho, Gutto e Mario; Alberto Meira, Rubião, Duarte, J.Prado e Holland.
NOTA: O autor do 3º gol do CAP foi JC Marques – Fonte: História do Futebol em São Paulo – 1918.
29/06/1902
SÃO PAULO 0 x 1 PAULISTANO
Local: Chácara Dulley campo do SPAC, da rua Consolação, 125.
Árbitro: Jorge Mesquita.
Gol: Álvaro Rocha (33-1).
SÃO PAULO: Andrews, Jeffery e Unwin; Heyecock, Wuecherer e Biddell; Blackock, Guerra, Charles Miller, Montandon e Boyes.
PAULISTANO: Jorge de Miranda Filho, Thiers Marques e G.Rubião; Renato Miranda, O.Barros e Ibanez Salles; Jordão, Oscar, Álvaro Rocha, E.Barros e João da Costa Marques.

14/07/1902
MACKENZIE 2 x 0 GERMÂNIA
Local: Parque da Antarctica Paulista.
Arbitro: Charles Miller.
Gols: Alício de Carvalho e Pedro Bicudo.
MACKENZIE: Duarte de Azevedo, Belfort Duarte e Paula Neto; José Sobral, Lourenço e Alício de Carvalho; Sampaio, Mario Eppingaus, Pedro Bicudo, Armando Paixão e Edmundo Lopes.
GERMANIA: Brasche, Riether e Nobiling; Kawall, Baumann e Muss; Russo, Linz, Kirschner, Nicolau Gordo e Enghehardt.
20/07/1902
GERMÂNIA 0 x 4  SÃO PAULO
Local: Parque da Antarctica Paulista.
Árbitro: W.Holland.
Gols: Charles Miller, Jeffery (1ºT), Jeffery e Charles Miller (2ºT).
GERMANIA: Handschick, Vaz Porto e Nobiling; Kawall, Baumann e Riether; Russo, Linz, Kirschner, Nicolau Gordo e Munhoz.
SÃO PAULO: Andrews, Guerra e Unwin; Heyecock, Wucherer e Biddell; Tomkins, Jeffery, Charles Miller, Sparkes e Boyes.
27/07/1902
GERMÂNIA 0 x 2  PAULISTANO
Local: Parque da Antarctica Paulista.
Árbitro: Antonio Casimiro da Costa.
Gols: Oscar da Costa Marques (1ºT) e Edgard de Barros (2ºT).
GERMANIA: Brasche, Riether e Nobiling; Kawall, Baumann e Muss; Russo, Linz, Kirschner, Nicolau Gordo e Enghehardt.
PAULISTANO: Jorge de Miranda Filho, Thiers Marques e G.Rubião; Renato Miranda, O.Barros e Ibanez Salles; Jordão, Oscar da Costa Marques, Álvaro Rocha e Edgard de Barros.

03/08/1902
SÃO PAULO 3 x 0  GERMÂNIA
Local: Velódromo Paulista, na rua Consolação.
Árbitro: Antonio Casimiro da Costa.
Gols: Biddell, Brough e Charles Miller.
SAO PAULO: Andrews,Jeffery e Unwin; Heyecock, Wuecherer e Biddell; Blackock, Brough, Charles Miller, Montandon e H.S. Boyes.
GERMANIA: Brasche, Riether e Nobiling; Kawall, Baumann e Muss; Russo, Linz, Kirschner, Nicolau Gordo e Munhoz.

10/08/1902
GERMÂNIA 1 x 1  INTERNACIONAL
Local: Velódromo Paulista, na rua Consolação.
Árbitro: Charles Miller.
Gols: Nicolau Gordo (1ºT) Duarte de Azevedo (2ºT).
GERMANIA: Brasche, Riether e Nobiling; Kawall, Baumann e Muss; Linz, Russo, Kirschner, Nicolau Gordo e Enghehardt.
INTERNACIONAL: Ozorio, Antony e Queiroz; Carvalho, Gutto e Mário; Duarte de Azevedo, Normanton, Casimiro da Costa, Cox e Charles Holland.
17/08/1902
PAULISTANO 1 x 1  GERMÂNIA
Local: Velodromo Paulista, na rua Consolação.
Árbitro: Antonio Casimiro da Costa.
Gols: Oscar da Costa Marques (36-1) e Nicolau Gordo (2ºT).
PAULISTANO: Jorge de Miranda Filho, Thiers Marques e G. Rubião; Renato Miranda, O.Barros e Ibanez Salles; Jordão, Oscar da Costa Marques, Álvaro Rocha e Edgar de Barros.
GERMANIA: Brasche, Riether e Nobiling; Kawall, Baumann e Muss; Linz, Russo, Kirschner, Nicolau Gordo e Enghehardt.

24/08/1902
SÃO PAULO 0 x 0  INTERNACIONAL
Local: Chácara Dulley campo do SPAC, da rua Consolação, 125.
Árbitro: Nobiling.
SÃO PAULO: Andrews, Jeffery e Unwin; Heyecock, Wucherer e Biddell; Blackock, Brough, Charles Miller, Ribeiro e Boyes.
INTERNACIONAL: W.Holland, Geraldo e Queiroz; Álvaro de Carvalho, Gutto e Mario Cardim; Duarte de Azevedo, Jorge Mesquita, Casimiro da Costa, Normanton e Charles Holland.

14/09/1902
PAULISTANO 2 x 0  INTERNACIONAL
Local: Velódromo Paulista, da rua Consolação.
Árbitro: Mario Mendes.
Gols: Edgard de Barros (gol olímpico, 1ºT)  Álvaro Rocha (2ºT).
PAULISTANO: Jorge de Miranda Filho, Thiers Marques e G. Rubião; Renato Miranda, Olavo de Barros e Ibanez Salles; B.Cerqueira, Jordão, Álvaro Rocha, Oscar da Costa Marques e Edgard de Barros.
INTERNACIONAL: W.Holland, A.Carvalho e Mario Cardim; Geraldo Toledo, Gutto e Queiroz; Duarte de Azevedo, Normanton, Casimiro da Costa, Nicolau Gordo e Charles Holland.

20/09/1902
SÃO PAULO 4 x 4  MACKENZIE
Local: Chácara Dulley campo do SPAC, da rua Consolação, 125.
Árbitro: O. Nobiling.
Gols: Brough, Charles Miller, Pedro Bicudo (1ºT), Boyes, Charles Miller, Pedro Bicudo, Alício de Carvalho e Edmundo Lopes (2ºT).
SAO PAULO: Andrews, Jeffery e Unwin; Heyecock, Wucherer e Biddell; Blackock, Brough, Charles Miller, Montandon e H.S.Boyes.
MACKENZIE: Antonio Telles, Belfort Duarte e Paula Neto; José Sobral, Lourenço e Alício de Carvalho; Sampaio, Mario Eppingaux, Pedro Bicudo, Armando Paixão e Edmundo Lopes.

04/10/1902
MACKENZIE 0 x 3  PAULISTANO
Local: Velódromo Paulista, na rua Consolação.
Árbitro: Rócio Egydio de Sousa.
Gols: João da Costa Marques, Álvaro Rocha e Berwasck Cerqueira.
MACKENZIE: Duarte de Azevedo, Belfort Duarte e Paula Neto; José Sobral, Lourenço e Alício de Carvalho; Sampaio, Mario Eppingaus, Pedro Bicudo, Armando Paixão e Edmundo Lopes.
PAULISTANO: Jorge de Miranda Filho “Tutu”; Thiers Marques e G.Rubião; Renato Miranda, Olavo de Barros e Ibanez Salles; Berwasck Cerqueira, João da Costa Marques, ÁlVaro Rocha, Oscar da Costa Marques e Edgard de Barros.

25/10/1902
MACKENZIE 2 x 1 INTERNACIONAL
Local: Velódromo Paulista, da rua Consolação.
Árbitro: Rócio Egydio de Sousa.
Gols: Alício de Carvalho, Antonio Telles Júnior e Antonio Casimiro da Costa.
MACKENZIE: Duarte de Azevedo, Belfort Duarte e Paula Neto; José Sobral, Lourenço e Alício de Carvalho; Antonio Telles Júnior, Mário Eppingaus, Pedro Bicudo, Armando Paixão e Edmundo Lopes.
INTERNACIONAL: Holland, Geraldo e Queiroz; Álvaro de Carvalho, Gutta e Mário Cardim; Duarte de Azevedo, Jorge Mesquita, Antonio Casimiro da Costa, Normanton e Charles Holland.

NOTA: Após toda a tabela cumprida, São Paulo e Paulistano terminaram empatados em primeiro lugar, com quatro pontos perdidos. A Liga marcou, então, o jogo extra de desempate.
26/10/1902
JOGO EXTRA DECISIVO
SÃO PAULO 2 x 1  PAULISTANO
Local: Velódromo Paulista, na rua da Consolação.
Árbitro: Rócio Egydio de Sousa.
Gols: Charles Miller (1ºT), Charles Miller (36-1ºT) e Álvaro Rocha (2ºT).
SAO PAULO: Andrews, W.Jeffery, G.Kenworthy e A.Kenworthy; Wucherer e N.Biddell; Blackock, Brough, Charles Miller, Montandon e H.S.Boyes.
PAULISTANO: Jorge de Miranda Filho, Thiers Margues e G.Rubião; E.Barros, Olavo de Barros e Renato Miranda; Berwasck Cerqueira, João da Costa Marques, Álvaro Rocha, Ibanez Salles e Oscar da Costa Marques.


NOTA: Com esta vitória, o São Paulo Athletic Club sagrou-se campeão paulista de futebol, no primeiro título que se disputava oficialmente em São Paulo e no Brasil.
Resumo do campeonato de 1902:
Classificação Final:
EQUIPE J V E D PG PP GPxGC S
1º) São Paulo (CAMPEÃO) 9 6 2 1 14 04 23×06 +17
2º) Paulistano          9 5 2 2 12 06 15×10 +5
3º) Mackenzie           8 3 3 2 09 07 13×15 -2
4º) Germânia            8 1 2 5 04 12 05×15 -10
5º) Internacional       8 0 3 5 03 13 04×14 -10
ARTILHEIROS:
1º) Charles Miller (SÃO PAULO) – 10 GOLS
2º) Alício de Carvalho (MACKENZIE) – 6
3º) Álvaro Rocha (PAULISTANO) 5
4º) Brough (SÃO PAULO) – 4
5º)Pedro Bicudo (MACKENZIE) 3
Kirschner (GERMANIA) 3
Boyes (SÃO PAULO) 3
Walter Jeffery (SÃO PAULO) 3
João da Costa Marques (PAULISTANO) 3
10º)Oscar da Costa Marques (PAULISTANO) 2
Casemiro da Costa (INTERNACIONAL) 2
Mario Eppingaus (MACKENZIE) 2
Duarte de Azevedo (INTERNACIONAL) 2
Edgard de Barros (PAULISTANO) 2 (Autor do 1º gol olímpico do futebol brasileiro).
15º)Ibanez Salles (PAULISTANO) 1
Renato Miranda (PAULISTANO) 1
Holland (INTERNACIONAL) 1
Bidell (SÃO PAULO) 1
Nicolau Gordo (GERMANIA) 1
Edmundo Lopes (MACKENZIE) 1
Berwasck Cerqueira (PAULISTANO) 1
Antonio Telles Júnior (PAULISTANO) 1
Gols contra:
Cobert (INTERNACIONAL) 2
RESUMO:
21 JOGOS
60 GOLS
MÉDIA DE 2,86 GOLS/JOGO
Fonte: Caminhos da Bola – Rubens Ribeiro – volume 1

Colaboração: Walmir Gonçalves

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Campeonato Brasileiro de Seleções - 1933

1º Campeonato Brasileiro Profissional de Seleções Estaduais-1933

Entidade patrocinadora: Federação Brasileira de Futebol (FBF)
17/12/1933

São Paulo 5-1 Rio de Janeiro
Local: Chácara da Floresta, São Paulo (SP)
Juiz: Solon Ribeiro (DF)
Gols: Romeu, Gabardo, Hercules, Luizinho e Mario Seixas – Mamão.
SÃO PAULO: Jurandyr; Junqueira, Sylvio; Tunga, Brandão, Raffa; Luizinho, Gabardo, Romeu, Mario Seixas e Hercules.
RIO DE JANEIRO: Kafunga; Zico, Ignácio; Vadinho, Carino, Álvaro; Juca, Alceu, Mamão, Russo e Telis.


17/12/1933

Distrito Federal 6-1 Minas Gerais
Local: Laranjeiras, Rio de Janeiro (DF)
Juiz: Arthur Friedenreich (SP)
Gols: Preguinho, Alfredo, Tião, Jarbas (1ºT) Álvaro, Gradin, Preguinho (2ºT).
DISTRITO FEDERAL: Rey; Moisés, Itália; Oringo, Fausto, Ivan; Álvaro, Ladislau (Gradin), Tião, Preguinho e Jarbas.
MINAS GERAIS: Princesa; Chico Preto, Evandro; Zezé, Moraes, Zezinho (Mario Gomes); Dario, Alfredo, Lelo, Geraldino e Alcides.


24/12/1933

São Paulo 8-0 Paraná
Local: Chácara da Floresta, São Paulo (SP)
Juiz: Solon Ribeiro (DF)
Gols: Waldemar 2’, Gabardo 2’30”, Waldemar, Mocundu (anulado), Hercules, Hercules, Gabardo (1ºT) Waldemar, Romeu Pelliciari (2ºT).
SÃO PAULO: Jurandyr; Neves, Junqueira; Tunga, Zarzur, Tuffy; Luizinho, Gabardo, Romeu Pelliciari, Waldemar de Brito e Hercules.
PARANA: Russo (Mansur); Anjolino (Andretta 20’ 1º), Pizatto; Janguinho, Emilio, Athayde; Waldomiro, Haroldo, Levorato, Mocondu e Wilson.


24/12/1933

Minas Gerais 10-2 Rio de Janeiro
Local: campo do America FC, Rio de Janeiro (DF)
Juiz: Virgilio Fredrighl (DF)
Gols: Canhoto, Canhoto, Geraldino e Alfredo (1ºT) Said, Said, Said, Alfredo, Hugo, Hugo, Canhoto e Geraldino (2ºT).
MINEIROS: Princeza; Pennaforte, Chico Pretto; Zezé, Moraca, Geninho; Dario, Alfredo, Said, Geraldino e Canhoto.
FLUMINENSES: Kalunga (Adhemar); Baleiro, Ignácio; Vadinho, Carino, Henrique; Juca, Taco, Mamão, Moacyr (Hugo) e Therio.


31/12/1933

Minas Gerais 6-2 Paraná
Local: São Januário, Rio de Janeiro (DF)
Juiz: Loris Cordovil (DF)
Gols: Alcides (3),Canhoto, Said, Dario – Wilson, Pizzatinho.
MINAS GERAES: Princeza; Pannaforte, Chico Pretto; Zé, Moraes, Geninho; Dario, Alfredo, Said, Canhoto e Alcides.
PARANA: Mansur; Angiolilo, Pizatto; Janguinho, Facino, Athayde; Waldomiro, Teleco, Mocondu, Pizzatinho e Wilson.


31/12/1933

São Paulo 2-1 Distrito FederalLocal: Parque Antártica, São Paulo (SP)
 
Juiz: Annibal Tejada (URU)  
Gols: Waldemar (penal após Rey ter defendido a 1ª cobrança) (1ºT) Jarbas (anulado), Gradin (2ºT) Luizinho 0,30’ (prorrogação).  
SÃO PAULO: Jurandyr; Neves, Junqueira; Tunga, Zarzur e Tuffy; Luizinho, Gabardo, Romeu, Waldemar e Hercules (Imparatto - prorrogação).  DISTRITO FEDERAL: Rey; Moises, Itália; Gringo, Fausto, Ivan; Roberto, Russinho (Tião), Gradin, Preguinho e Jarbas.

07/01/1934
Distrito Federal 1-2 São PauloLocal: São Januário, Rio de Janeiro (DF)
Juiz: Annibal Tejada (URU)
Gols: Gradin 6’, Zarzur 38’ (1ºT) Hercules 8’ (prorrogação)
DISTRITO FEDERAL: Rey; Moyses, Itália; Gringo, Fausto, Ivan; Roberto, Russo, Gradin (Tião), Prego e Jarbas.
SÃO PAULO: Jurandyr; Neves, Junqueira; Tunga, Zarzur (Brandão) e Tuffy; Luizinho, Gabardo, Romeu, Waldemar e Hercules.


Campeão: São Paulo



ARTILHEIROS:


Waldemar de Brito (SP) 4

Hercules (SP) 4

Said (MG) 4

Canhoto (MG) 4

Alfredo (MG) 3

Alcides (MG) 3

Gabardo (SP) 3

Luizinho (SP) 2

Preguinho (DF) 2

Gradin (DF) 2

Hugo (RJ) 2

Romeu Pelliciari (SP) 2

Geraldino (MG) 2

Dario (MG) 1

Jarbas (DF) 1

Álvaro (DF) 1

Tião (DF) 1

Mario Seixas (SP) 1

Zarzur (SP) 1

Mamão (RJ) 1

Pizzatinho (PR) 1 


Wilson (PR) 1

Goleiros:

Kafunga (RJ) 14,
Princeza (MG), Mansur (PR) 8,
Russo (PR) 6,
Rey (DF) 5,
Jurandir (SP) 3,
Adhemar (RJ) 1.

Árbitros:

Sólon Ribeiro (DF) 2,
Aníbal Tejada (URU) 2,
Friedenreich (SP), Vergílio Fredrighl (DF), Lóris Cordovil (DF) 1.


Fonte: Acervo digital Folha da Manhã e Folha da Noite

lmanaque Thomaz Mazzoni 


Colaboração: Walmir Gonçalves

FFC 2011 - JOGO 55


PALMEIRAS (SP) 1 X 2 FLUMINENSE

Local: Estádio do Canindé, São Paulo (SP)
Data/hora: 16/11/2011 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (AL)
Auxiliares: Bruno Boschilia (PR) e Carlos Titara da Rocha (AL)
Renda / público: R$ 120.194,00 / 3.649 pagantes
Cartões amarelos: Valdivia, Chico, Thiago Heleno (PAL);
Márcio Rosário, Marquinho, Carlinhos, Fred (FLU)

Gols: Fred 10'/1T (0-1); Valdivia 27'/2T (1-1); Fred 41'/2T (1-2)

SEP: Deola; Paulo Henrique (Rivaldo 32'/1T), Henrique, Thiago Heleno e
Gabriel Silva; Chico, Márcio Araújo e Valdivia; Maikon Leite (Patrik 34'/2T),
Luan e Ricardo Bueno (Fernandão 22'/2T). Técnico: Murtosa.

FFC: Diego Cavalieri; Mariano, Leandro Euzébio, Márcio Rosário e
Carlinhos; Valencia, Fernando Bob, Marquinho (Martinuccio 16'/2T) e Deco
(Diogo 12'/2T); Rafael Sobis (Lanzini 31'/2T) e Fred. Técnico: Abel Braga

Obs.: O Palmeiras não perdia jogando no Estádio do Canindé há 10 anos. Com os
dois gols que Fred marcou nesta partida, o Fluminense passou a ser o clube que ele
mais marcou gols na carreira, com 65 gols em 102 jogos pelo Tricolor.

Colaboração: Alexandre Berwanger

FFC 2011 - JOGO 54


FLUMINENSE 3 X 1 CORITIBA (PR)

Motivo: Campeonato Brasileiro

Local: Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).
Data/Horário: 13/10/2011, quinta-feira, às 20h30.
Árbitro: Célio Amorim (FIFA-SC).
Assistentes: Claudemir Maffessoni (SC) e Helton Nunes (SC).
Renda / público: R$ 143.000,00 / 11.153 ( 8.832 pagantes )
Cartões Amarelos: Edinho, Deco e Marquinho (FLU); Léo Gago, William e Jonas (COR)

Gols: Fred 24' e Marcos Aurélio 46' do 1ºT; Fred aos 27' e 30' do 2° T.

FFC: Diego Cavalieri, Mariano, Digão (Elivélton, no intervalo), Márcio Rosário e Carlinhos; Edinho, Diogo (Lanzini, no intervalo), Marquinho e Deco; Rafael Sobis (Fernando Bob, aos 34' do 2ºT) e Fred. Técnico: Abel Braga.

CFC: Vanderlei; Jonas, Jéci, Emerson e Lucas Mendes (Leonardo, 34' do 2ºT); Willian, Léo Gago, Tcheco (Everton Costa, 40' do 1ºT) e Rafinha; Marcos Aurélio (Davi, 19' do 2ºT) e Bill. Técnico: Marcelo Oliveira.

Obs.: Em jogo disputado sob chuva, o primeiro gol de Fred, de bicicleta, após matar a bola no peito do lado direito, já dentro da grande área, foi o 200º de sua carreira. Além dos outros dois gols marcados, perdeu um pênalti, tudo isso após retornar de uma viagem pela Seleção Brasileira a Costa Rica e México, com o seu vôo tendo atrasado 11 horas por problemas burocráticos que impediram o seu acesso ao espaço aéreo colombiano na primeira tentativa do vôo fretado especialmente para isso de seguir viagem para o Rio de Janeiro.

Colaboração: Alexandre Berwanger

Campeonato Paulista de 1916 - LPF

21/05/1916

Corinthians 3 x 1 Maranhão
Local: Parque da Antarctica Paulista
Arbitro: Alex Hutchinson.
Gols: Amilcar, Police, Apparicio e Felix.
CORINTHIANS: Aristides; Fúlvio, Casemiro; Police, Baptista, Cesar; Américo, Peres, Amilcar, Apparicio e Neco.
MARANHÃO: João; Felix, Isidoro; Belleza, Barthô, Jose; Hugo, Manoel, Forte, Affonso e Rodrigues.

28/05/1916
Germânia 1 x 3 Ruggerone
Local: Parque da Antarctica Paulista
Arbitro: Alex Hutchinson.
Gols: Picagle(12-2),Picagle(17-2),Friese(27-2),Picagle(30-2).
GERMANIA: Mueller; Mazzieri, Eskildsen; Gerhardt, Friese, Gellert; Conceição, Zone, Marques, Jacob e Ulbrich.
RUGGERONE: Menezes; Antonio, Apprá; Humberto, Alfredo, Américo; Caetano, João, Picagle, Virgilio e Gino.

04/06/1916
SC Internacional 1 x 2 União Lapa
Local: Parque da Antarctica Paulista
Arbitro: Alex Hutchinson.
Gols: Gisto, Rogério e Seraphim.
INTERNACIONAL: Borges; Zeca, Napoleão; Paulino, Eulógio, Peres; Pinheiro, Riquena II, Riquena I, Seraphim e Idoeta.
UNIÃO LAPA: Medalha, Gino e Dionysio; Dias, Guido e Lulu; Camillo,
Martins, Roberto, Rogerio e Gisto.

11/06/1916
Paysandu 0 x 1 Luzitano
Local: Parque da Antarctica Paulista
Arbitro: Alex Hutchinson.
Gol: Oliveira
PAYSANDU: Bendix; Gumercindo, Guilherme; Silva, Laine, Valle; Fernandes, Estrella, Lapa, Mário e Arantes.
LUZITANO: Bibi; Cabral, Nilo; Demetrio, Virgilio, Ítalo I; Janeiro, Manolo, Oliveira, Rogério e Valle.

18/06/1916
Campos Elíseos 0 x 0 Alumni
Local: Parque da Antarctica Paulista
Arbitro: Alex D. Hutchinson
CAMPOS ELYSEOS: Morlim; Turri, Miguel; Jorge, Juquita, Tutu; Carvalho, Tancredo, Octacílio, Lugon e Henrique.
ALUMNY: Barreto; Rabesco, Muniz; Orlando, Alimare, De Marco; Firmino, Russo, Campos, Almeida e Euclydes.

25/06/1916
Americano 1 x 1 Ítalo
Local: Parque da Antarctica Paulista
Arbitro: Alex D. Hutchinson
Gols: Alencar e Orlando.
AMERICANO: Saporitti; J.Menezes, Eurico; Franco, J.C.Bertone, Magon; Menezes, Mimi, Heitor Domingues, Alencar e Dudu.
ITALO: Arnaldo; Gino, Vicente; Bartholomeu, Faragassi, Ciasca; Russo, Ciasca IV, Orlando, Bruno e Mario.

02/07/1916
Vicentino 1 x 1 Minas Gerais
Local: Parque da Antarctica Paulista
Arbitro: Mario Cardim
Gols: Braz e Luna.
VICENTINO: Lagos; Ambrósio, Costa; Jose, Gino, Onofre; Marchesano, Barreto, Braz, Bueno I e Tuffy.
MINAS GERAES: Achilles; Chaves, Alexi; Sebastião, Deodato, Emilio; Ferreira, Cruz, Luna, Saveiro e Romão.

09/07/1916
Maranhão 2 x 0 Luzitano
Local: Parque da Antarctica Paulista
Arbitro: Adolpho Bauer
Gols: Saul (11-2), Saul (30-2).
MARANHÃO: J.Ponzio; Pacheco, Isidoro; Barthô II, Felix, Barthô I; Raphael, Hugo, Pastore, Saul e José.
LUZITANO: Bibi; Nilo, Cabral; Demétrio, Virgilio, Achilles; Rogério, Gallo, Oliveira, Manolo e Janeiro.

23/07/1916
Campos Elíseos 0 x 1 Ruggerone
Local: Parque da Antarctica Paulista
Arbitro: Alex D. Hutchinson
Gol: Picagle (Ruggerone)
CAMPOS ELYSEOS: Morlim; Turri, Miguel; Jorge, Juquita, Tutu; Carvalho, Tancredo, Octacílio, Lugon e Henrique.
RUGGERONE: Menezes; Pinto, Apprá; Izzo II, Pedretti, Della Maggiora; Izzo III, Del Ministro II, Picagle, Del Ministro I e Martinelli.

30/07/1916
Germânia 0 x 4 Americano
Local: Parque da Antarctica Paulista
Arbitro: Mario Cardim
Gols: Heitor, Alencar e Octavio Bicudo(2).
GERMANIA: Mueller; Engelberg, Zone; Gerhardt, Heerzog, Gellert; Conceição, Sebastian, Hermann Friese, Hasscrolmer e Ulbrich.
AMERICANO: Alonso; J.Menezes, Eurico; Franco, Jonas, Chico Netto; Menezes, Octavio Bicudo, Heitor Domingues, Alencar e Arantes.
NOTA: Germânia abandonou o torneio.

30/07/1916
Vicentino 0 x WO Ruggerone

06/08/1916
Corinthians 6 x 0 Alumni
Local: Parque da Antarctica Paulista
Arbitro: Alex D. Hutchinson
Gols: Police, Américo, Apparicio, Neco e Peres (2).
CORINTHIANS: Aristides, Fulvio e Casemiro; Police, Plinio e Cesar;
Americo, Peres, Amilcar, Apparicio e Neco.
ALUMNY: Barra, Rabesco e De Marco; Franco, Alimare e Moniz;
Russo, Firmino, Campos, Almeida e Euclydes.

13/08/1916
União Lapa 4 x 0 Ítalo
Local: Parque da Antarctica Paulista.
Arbitro: N/D.
Gols: Rogerio (2), Facchini e Rowlands.
UNIÃO LAPA:Morlim, Tutu e Miguel; Rogerio, Juquita e Henrique;
Egisto, Tancredo, Facchini, Octacilio e Rowlands.
ITALO:Felicio,Andre e Gino; Taddeo, Clasca e Mario; Bartha,
Orlando, Faragassi, Saveiro e Bruno.

14/08/1916
Corinthians 0 x WO Ruggerone

27/08/1916
Vicentino 0 x 2 SC Internacional
Local: Parque da Antarctica Paulista.
Arbitro: Alex Hutchinson.
Gols: Seraphim e Idoeta.
VICENTINO: Lagos,Ambrosio e Costa;J. Domingos, Gino e Onofre; Chico,
Barreto, Braz, Megem e Vicente.
INTERNACIONAL:Borges, Zeca e Napoleao; Peres, Eulogio e Paulino;
Pinheiro, Riquena II, Riquena I, Seraphim e Idoeta.

27/08/1916
Minas Gerais 0 x 0 Paysandu
Local: Parque da Antarctica Paulista.
Arbitro: Alex Hutchinson.
MINAS GERAES:Achilles, Santos e Alex; Emilio, Sebastiao e Deodato;
Natalino, Lescari, Luna, Cruz e Romao.
PAYSANDU:Bendix, Gumercindo e Guilherme; Silva,Laine e Valle;
Fernandes, Estrella,Lapa,Mario e Santos.

03/09/1916
Corinthians 2 x 0 Luzitano
Local: Parque da Antarctica Paulista.
Arbitro: Alex Hutchinson.
Gols: Apparicio e Americo.
CORINTHIANS:Aristides, Fulvio e Casemiro; Police, Plinio e Cesar;
Americo, Marconi, Amilcar, Apparicio e Neco.
LUZITANO: Bibi, Cabral e Nilo; Demetrio, Virgilio e ltalo I; Janeiro, Manolo, Oliveira, Rogerio e Valle.

03/09/1916
Ruggerone 0 x 1 Alumni
Local: Parque da Antarctica Paulista.
Arbitro: Alex Hutchinson.
Gol: Paulino.
RUGGERONE: Menezes, Antonio e Appra; Humbeno, Alfredo e
Americo;Caetano,Joao,Picagle,Virgilio e Gino.
ALUMNY: Barreto, Rabesco e Moniz; Grespam, Alimare e De
Marco; Firmino, Russo, Campos, Paulino e Euclydes.

07/09/1916
Americano 9 x 0 União Lapa
Local: Parque da Antarctica Paulista
Arbitro: Alex D. Hutchinson
Gols: Alencar(5), Menezes II (2), Heitor e J.C.Bertone(p).
AMERICANO: Saporitti; J.Menezes, Eurico; Franco, J.C.Bertone, Magon; Menezes II, Mimi, Heitor Domingues, Alencar e Dudu.
UNIÃO LAPA: Morlim; Tutu, Miguel; Jorge, Juquita, Henrique; Carvalho, Tancredo, Fachini, Octacilio e Lugon.
NOTA: Esta foi a maior goleada da historia do AMERICANO e Alencar já veterano estabeleceu o recorde da época na LPF de 5 gols em uma única partida.

07/09/1916
Campos Elíseos 3 x 1 Vicentino
Local: Parque da Antarctica Paulista.
Arbitro: Alex Hutchinson.
CAMPOS ELISEOS:Achilles, Chaves e Alex.i;Sebastiao, Deodato e Emilio;
Carvalho, Tancredo, OctaciJio, Dias e Lugon.
VICENTINO: Lagos, Ambrosio e Costa; Jose, Gino e Onofre; Marchesano, Barreto, Braz, Bueno I e Tuffy.
Gols: Octacilio (2), Dias e Tuffy.
NOTA: Este jogo nao foi levado ate o seu final. A equipe do Campos EJiseos, inconformada com decisao do arbitro, abandonou o gram ado quando haviam sido disputados apenas 12 minutos do segundo tempo.

10/09/1916
Paysandu 2 x 1 Vicentino
Local: Parque da Antarctica Paulista.
Arbitro: Alex Hutchinson.
Gols: Estrella, Forleo e Gino.
PAYSANDU:Bendix, Gumercindo e Watzke; Arnaldo, Lapa e Americo; Quedinho, Estrella, Passerotti, Thomaz e Forleo.
VICENTINO: Lagos, Ambrosio e Costa;Domingos, Gino e Onofre; Dell'Isola, Barretos, Braz,Bueno I e Vicente.

10/09/1916
SC Internacional 0 x 3 Ítalo
Local: Parque da Antarctica Paulista
Arbitro: Alex D. Hutchinson
Gols: Orlando, Russo e Bartholomeu.
INTERNACIONAL:Borges, Paulino e Napoleiio; Zeca, Eul6gio e Peres
Riquena I, Riquena II, Pinheiro, Seraphim e Idoeta.
ITALO: Arnaldo, Andre eBeraldi; Bartholomeu, Paragassi e Clasca; Vicente, Russo, Orlando, Bruno e Mario.

17/09/1916
Alumni 1 x 0 Maranhão
Local: Pargue da Antarctica Paulista.
Arbitro: Mario Cardim.
Gol: Bruno.
ALUMNY: Barreto,Rabesco e Moniz; Orlando, Alimare e Del Marco;
Firmino, Russo, Campos, Bruno e Euclydes.
MARANHÃO: J. Ponzio, Pacheco e Isidoro; Gustavo, Felix e Barthô;
Raphael, Hugo, Saul, Pastore e Jose.

17/09/1916
Luzitano 1 x 3 Minas Gerais
Local: Pargue da Antarctica Paulista.
Arbitro: Mario Cardim.
Gols: Cruz (2),Pinot e Jose.
LUZITANO: Bibi,Italo e Cabral; Rogerio, Virgilio e Demetrio;Jose,Janeiro,Manolo, Oliveira e Angelino.
MINAS GERAES: Achilles; Chaves e Santos; Sebastiao, Emilio e Deodato; Natalino,Tescari, Miranda, Cruz e Pinot.

24/09/1916
Campos Elíseos 1 x 3 Corinthians
Local: Pargue da Antarctica Paulista.
Arbitro: Alex Hutchinson.
Gols: Neco, Amilcar, Apparicio e Dias.
CAMPOS ELISEOS:Morlim, Turri e Miguel;Jorge,Juguita e Tutu; Carvalho,
Tancredo, Octacilio, Lugon e Dias.
CORINTHIANS:Aristides, Fulvio e Casemiro; Police, Plinio e Cesar;
America, Marconi, Amilcar, Apparicio e Neco.

24/09/1916
Americano 2 x 0 Ruggerone
Local: Parque da Antarctica Paulista
Arbitro: Alex D. Hutchinson
Gols: J.C.Bertone(2).
AMERICANO: Saporitti; J.Menezes, Eurico; Franco, J.C.Bertone, Magon; Menezes, Mimi, Heitor Domingues, Alencar e Dudu.
RUGGERONE: Menezes; Afonso, Tonico; Humberto, Atilio, Alfredo; Luiz, Gino, Picagle, João e Caetano.

01/10/1916
Ítalo 1 x 0 Ruggerone
Local: Pargue da Antarctica Paulista.
Arbitro: Mario Cardim.
Gol: Faragassi.
ITALO: Arnaldo,Gino e Vicente; Bartholomeu, Faragassi e Ciasca I;
Ciasca IV,Russo, Orlando, Bruno e Mario.
RUGGERONE: Menezes, Affonso e Tonica; Humberto, Attilio e
Alfredo; Luiz, Gino, Picagle, Joao e Caetano.

01/10/1916
Vicentino 1 x 3 União Lapa
Local: Pargue da Antarctica Paulista.
Arbitro: Mario Cardim.
Gols: Gisto (2), Alfredo e Onofre.
VICENTINO: Lagos; Ambrosio e Costa; Domingos, Gino e Onofre;
Dell'Isola, Barretos, Braz, Tosca e Vicente.
UNIÃO LAPA: Medalha; Gino e Dionysio; Dias, Guido e Alfredo;
Camillo, Martins, Roberto, Rogerio e Gisto.

08/10/1916
Maranhão 1 x 0 Paysandu
Local: Pargue da Antarctica Paulista.
Arbitro: Alex D. Hutchinson
Gol: Forte.
MARANHÃO: João; Pacheco e Isidoro; Bartho I, Felix e Hugo; Pastore,
Raphael, Saul, Belleza e Forte.
PAYSANDU: Bendix; Gumercindo e Guilherme; Caetano, Lapa e Arnaldo;
Fernando, Estrella, Santos, Fael e Forleo.

08/10/1916
Ruggerone 0 x 0 Luzitano
Local: Pargue da Antarctica Paulista.
Arbitro: Alex D. Hutchinson
Ruggerone: Menezes, Affonso e Tonico; Humbetto, Attilio e Alfredo;
Luiz, Gino, Picagle, Joao e Caetano.
LUZITANO: Bibi, Nilo e Cabral; Rogerio, Virgi1io e Demetrio; Janeiro, Manolo, Oliveira, Americo e Angelino.

12/10/1916
União Lapa 0 x 4 Campos Elíseos
Local: Pargue da Antarctica Paulista.
Arbitro: Mario Cardim
Gols: Henrigue (2) e Miguel (2).
UNIÃO LAPA: Medalha, Gino e Dionysio; Dias, Guido e Lulu; Camillo,
Martins, Roberto, Rogerio e Gisto.
CAMPOS ELISEOS: Morlim, Tutu e Miguel; Jorge, Juquita e Henrigue;
Carvalho, Tancredo, Facchini, Octacilio e Lugon.

12/10/1916
SC Internacional 3 x 1 Alumni
Local: Pargue da Antarctica Paulista.
Arbitro: Mario Cardim
Gols: Riguena I, Eulogio, Idoeta e V. Oliva.
INTERNACIONAL: Borges, Paulino e Napoleao; Peres, Riguena I e Eulogio;
Pinheiro, Zeca, Riguena II, Seraphim e Idoeta.
ALUMNY: Barreto, Rabesco e Moniz; V. Oliva, Alimare e De Marco; Firmino, Russo, Campos, Almeida e Euclydes.
NOTA: Internacional abandonou o torneio.

15/10/1916
Luzitano 0 x 2 Vicentino
Local: Pargue da Antarctica Paulista.
Arbitro: Alex D. Hutchinson
Gols: Tuffy e Bueno.
LUZITANO: Bibi, NiJo e Cabral; Rogerio, Virgilio e Demetrio; Janeiro,
Manolo, Oliwira, Americo e Angelino.
VICENTINO: Lagos, Ambrosio e Taccini I;J. Domingos, Gino e Costa;
Chico, Braz, Eleutério, Tuffy e Bueno I.

15/10/1916
Paysandu 0 x 2 Ítalo
Local: Pargue da Antarctica Paulista.
Arbitro: Alex D. Hutchinson
Gols: Bruno e Orlando
PAYSANDU: Bendix, Gumercindo e Guilherme; Arnaldo, Laine e
Caetano; Fernando, Altino, Lapa, Fael e Santos.
ITALO: Arnaldo, Beraldi e Taddeo; Barthô, Faragassi e Ciasca
I; Ciasca III, Russo, Orlando, Bruno e Mario.

15/10/1916
Minas Gerais 0 x WO Ruggerone

22/10/1916
União Lapa 2 x 0 Maranhão
Local: Pargue da Antarctica Paulista.
Arbitro: Alex Hutchinson.
Gols: Martins e Gisto.
UNIÃO LAPA: Medalha, Gino e Dionysio; Dias, Guido e Alfredo;Camillo, Martins, Roberto, Rogerio e Gisto.
MARANHÃO: Joao, Pacheco e Isidoro; Bartha I, Felix e Hugo; Pastore,
Raphael, Saul, Belleza e Forte.

22/10/1916
Alumni 1 x 1 Minas Gerais
Local: Pargue da Antarctica Paulista.
Arbitro: Alex Hutchinson.
Gols: Ribeiro e Romão.
ALUMNY: Barreto, Crespam e Moniz; David, Alimare e De Marco; Antoniolli, Firmino, Ribeiro, Almeida e Euclydes.
MINAS GERAES: Russo, Santos e Chaves; Ettore, Sebastião e Emilio;
Toscani, Miranda, Natalino, Cruz e Romão.

29/10/1916
Corinthians 2 x 0 Paysandu
Local: Pargue da Antarctica Paulista.
Arbitro: Mario Cardim.
Gols: Apparicio e Marconi.
CORINTHIANS: Pizzocaro, Fúlvio e Casemiro; Police,Plínio e Cesar; America, Marconi, Amí1car, Apparicio e Neco.
PAYSANDU: Bendix, Gumercindo e Watzke;Arnaldo,Lapa e Americo; Quedinho,
Passerotti, Estrella, Thomaz e Forleo.

29/10/1916
Luzitano 2 x 1 Ítalo
Local: Parque da Antarctica Paulista.
Arbitro: Mario Cardim
Gols: Manolo, Janeiro e Jordano.
LUZITANO: Bibi,Nilo e Cabral; Rogerio, Virgilio e Demetrio; Janeiro,
Manolo, Oliveira, Americo e Angelino.
ITALO: Arnaldo,Andre e Beraldi;Bartholomeu, Faragassi e Ciasca; Vicente,
Jordano, Russo, Bruno e Orlando.

01/11/1916
Minas Gerais 0 x 3 Campos Elíseos
Local: Parque da Antarctica Paulista.
Gols: Miguel, Dias e Tutu.
Arbitro: Alex Hutchinson.
Minas Gerais: Russo, Chaves e Nunes; Ettore, Sebastiao e Emilio; Naralino, Tescari, l\1iranda, Cruz e Romao.
Campos Eliseos: Morlim, Tutu e Miguel; Jorge, Dias e Juquita; Carvalho, Tancredo, Facchini, Octacilio e Lugon.

01/11/1916
Ruggerone 0 x 2 União Lapa
Local: Parque da Antarctica Paulista.
Arbitro: Alex Hutchinson.
Gols: Gisto (2).
RUGGERONE: Menezes, Affonso e Tonico; Humberto, Attilio e Alfredo; Luiz, Gino, Picagle,Joao e Caetano.
UNIÃO LAPA: Medalha, Gino e Dionysio, Dias, Guido e Alfredo; Camillo, Martins, Roberto, Rogerio e Gisto.

05/11/1916
Americano 0 x 1 Corinthians
Local: Parque Antarctica Paulista
Arbitro: Alex D. Hutchinson
Gols: Apparicio.
SCCP: Pizzocaro I; Fulvio, Casemiro II; Cesar, Plinio, Police; Neco, Amilcar, Apparicio, Americo e Marconi.
SCA: Hugo; J.Menezes, Eurico; Sebastião, Franco, J.C.Bertone, Magon; Menezes II, Mimi, Heitor Domingues, Alencar e Dudu.

12/11/1916
Alumni 1 x 0 Ítalo
Local: Parque da Antarctica Paulista.
Arbitro: Alex Hutchinson.
Gol: João
ALUMNY: Barreto, Alfredo e Moniz; David, Alimare e
De Marco; Salerno, Firmino, Campos, Joao e Euclydes.
ITALO: Arnaldo, Beraldi e Taddeo; Bartholomeu, Faragassi
e Ciasca I; Ciasca III, Andre, Orlando, Bruno e Mello.

12/11/1916
Minas Gerais 1 x 2 União Lapa
Local: Parque da Antarctica Paulista.
Arbitro: Alex Hutchinson.
Gols: Guido, Rogerio e Natalino.
MINAS GERAES: Achilles, Santos e Chaves; Mano, Sebastião e Emilio; Mion I, Tescari, Natalino, Cruz e Romão.
UNIÃO LAPA: Medalha, Gino e Dionysio; Dias, Guido e Alfredo; Camillo, Martins, Roberto, Rogerlo e Gisto.

15/11/1916
Paysandu 1 x 1 Americano
Local: Parque da Antarctica Paulista
Arbitro: Alex D. Hutchinson
Gols: Lapa e Alencar.
SCA: Saporitti; Mauricio,Jonas; Renato, O.Bicudo, Magon; Dudu, Mimi, Heitor Domingues, Alencar e Nestor.
PFC: Bendix; Thomaz, Guilherme; Caetano, Laine, Arnaldo; Lapa, Fernandez, Estrella, Zone e Fórleo.

15/11/1916
Campos Elíseos 0 x 0 Maranhão
Local: Parque da Antarctica Paulista.
Arbitro: Alex Hutchinson.
CAMPOS ELISEOS: Morlim, Tutú e Miguel; Jorge, Juquita e Henrique; Carvalho, Tancredo, Facchini, Octacilio e Lugon.
MARANHÃO: J. Ponzio, Pacheco e Isidoro; Hugo, Bartha e Felix; Rodrigues, Belleza, Saul, Pastore e Marinheiro.

19/11/1916
Alumni 2 x 1 Vicentino
Local: Parque da Antarctica Paulista.
Arbitro: Alex Hutchinson.
Gols: Firmino (2) e Braz.
ALUMNY: Barreto, Alfredo e Moniz; David, Alimare e De Marco; Salerno, Firmino, Campos, Almeida e Euclides.
VICENTINO: Lagos, Ambrosio e Taccini I; Domingos, Gino e Costa; Chico, Barreto, Eleutet1o, Braz e Bruno.

19/11/1916
Corinthians 3 x 1 União Lapa
Local: Parque da Antarctica Paulista.
Arbitro: Alex Hutchinson.
Gols: Rogerio, Amilcar, Apparicio (1ºT)Americo (2°T).
CORINTHIANS: Pizzocaro, FUlvio e Casemiro; Police, Plínio e Cesar; Americo, Marconi, Amilcar, Apparicio e Neco.
UNIÃO LAPA: medalha, Gino e Dionysio; Dias, Guido e Lulu; Camillo, Martins, Roberro, Rogerio e Gisto.

19/11/1916
Paysandu 0 x WO Ruggerone

26/11/1916
Paysandu 1 x 1 Campos Elíseos
Local: Parque da Antarctica Paulista,
Arbitro: Alex Hutchinson.
Gols: Bendix II e Octacilio.
PAYSANDU: Bendix, Thomaz e Guilherme; Arnaldo, Laine e Caetano; Mario, Estrella, Lapa, Zone e Bendix II.
CAMPOS ELISEOS: Morlim, Verissimo e Miguel; Turri, Juquita e Tutú; Carvalho, Tancredo, Jorge, Octacílio e Lugon.

26/11/1916
Ruggerone 1 x 2 Maranhão
Local: Parque da Antarctica Paulista.
Arbitro: Alex Hutchinson.
Gols: Marinheiro (2) e Caetano.
RUGGERONE: Menezes, Affonso e Tonico; Humberto, Attilio e Alfredo; Caetano, Gino, Picagle, Joao e Luiz.
MARANHÃO: J. Ponzio, Pacheco e Isidoro; Felix, Barthô e Hugo; Marinheiro, Pastore, Saul, Belleza e Rodrigues.

Observação: A revista "Sport Visão" publicou uma c1assificaçao para este campeonato que nao espelhou a realidade,nessa edição, o Americano, o Germânia e o Internacional aparecem em segundo lugar, com quatro pontos perdidos. Pela pesquisa que efetuamos em jornais da época, constatamos que o Germânia disputou apenas dois jogos e o Internacional quatro. Por essa razao, nao se pode fazer o confronto dessas equipes frente as que disputaram seis, sete ou nove partidas.

Aquela revista deu a seguinte c1assificaçao: 1° Corinthians, com 0 pontos perdidos; 2° Germânia, Internacional e Americano, 4; 5º Italo, 5; 6° Campos Elíseos, Alumny e União Lapa, 6; 9° Maranhão, 7; 10° Luzitano e Minas Gerais, 8; 12° Paysandu, 10; 13° Vicentino, 11 e 14° Ruggerone, com 18 pontos perdidos.

Essa c1assificaçao teria sido homologada pela Liga, em face da precariedade com que foi disputado o campeonato.

O autor, no entanto, preferiu se manter fiel aos números coletados em jornais, através dos quais a real c1assificaçao do campeonato da Liga de 1916 ficaria assim:

CLASSIFICAÇÃO FINAL

PP PG J V E D GP GC S

1. Corinthians 0 16 8 8 0 0 20 3 17 campeão.

-------------------------------------------------------

2. Americano 4 8 6 3 2 1 17 3 13

3. União Lapa 6 12 9 6 0 3 16 19 -3

3. Alumni 6 10 8 4 2 2 7 10 -3

5. Campos Elíseos 7 9 8 3 3 2 12 6 6

5. Maranhão 7 7 7 3 1 3 6 7 -1

5. Minas Gerais 7 7 7 2 3 2 6 8 -2

5. Ítalo 7 7 7 3 1 3 8 8 0

9. SC Lusitano 9 5 7 2 1 4 4 10 -6

10. Paysandu 11 7 9 2 3 4 4 9 -5

11. Vicentino 11 5 8 2 1 5 7 13 -6

12. Ruggerone 19 5 12 2 1 9 5 9 -4

13. SC Internacional abandonou e seus jogos foram cancelados.

13. Germânia abandonou e seus jogos foram cancelados.

O Corinthians conquistou o Campeonato Paulista de 1916 da LPF. O campeonato foi interrompido antes do final e as duas ligas se fundiram.

ARTILHEIROS:

Alencar (Americano) 8

Apparicio (Corinthians) 7

Gisto (União Lapa) 6

Rogério (União Lapa) 5

Picagle (Ruggerone) 4

Juan Carlos Bertone (Americano) 3

Miguel, Dias (Campos Elíseos) 3

Américo, Amilcar (Corinthians) 3

Octavio Bicudo, Menezes II e Heitor Domingues Marcelino (Americano) 2

Saul (Maranhão) 2

Police, Peres, Manuel Nunes “Neco” (Corinthians) 2

Octacílio, Henrigue (Campos Elíseos) 2

Seraphim, Idoeta (Internacional) 2

Cruz (Minas Geraes) 2

Marinheiro (Maranhão) 2

Braz, Tuffy (Vicentino) 2

Firmino (Alumny) 2

Alfredo, Facchini, Rowlands, Guido, Martins (União Lapa) 1

Felix, Forte (Maranhão) 1

Hermann Friese (Germânia) 1

Orlando, Russo, Riguena I, Eulogio e Bartholomeu (Internacional) 1

Oliveira, Jose, Manolo, Janeiro (Luzitano) 1

Bueno, Gino, Onofre (Vicentino) 1

Luna, Pinot, Natalino, Romão (Minas Gerais) 1

Amilcar, Marconi (Corinthians) 1

João, Paulino, Bruno, V. Oliva, Ribeiro (Alumny) 1

Estrella, Forleo, Bendix II (Paysandu) 1

Faragassi, Bruno, Orlando, Jordano (Ítalo) 1

Tutu, Octacilio (Campos Elyseos) 1

Caetano (Ruggerone) 1

Fonte: O CAMINHO DA BOLA Vol.I - Rubens Ribeiro

Colaboração: Walmir Gonçalves