"O MAIOR ACERVO DA INTERNET DE FICHAS TÉCNICAS DE CAMPEONATOS NO BRASIL"
Veja o indíce dos Campeonatos clicando em http://indiceblogdomarcao.blogspot.com/
atualizado até dezembro de 2010

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

CÁPSULA DO TEMPO

Os acontecimentos (ir)relevantes do futebol em Janeiro de 2009:

01 - Aniversário de fundação da Tuna Luso Brasileira, completando 106 anos;

Segundo aniversário de fundação do Brasilis FC, equipe de Oscar, ex jogador do São Paulo e Ponte Preta;

03 - Fundação do SC Penedense, AL, completando 100 anos;

04 - Inauguração do estádio Alcides Santos, Fortaleza, com Fortaleza 4 x Uniclic, 0, público total
de 2.404 torcedores;

05 - Fundação do Quissamã FC em 1919;

06 - Fundação do EC Avenida (44) e do Porto Alegre FC (2006);

08 - Fundação do CA Bragantino em 1928;

11 - Reinauguração dos refletores do estádio Antônio Carneiro em Alagoinhas, BA, com a partida Atlético 0, Confiança, SE, 1

12 - Data de fundação do Venda Nova FC, em 1930;

13 - Aniversário de fundação do Nacional FC, Manaus, 1913;

14 - Primeiro aniversário do ADA Gloriense de Nossa Senhora da Glória, SE e do CAD Jacarezinho do Paraná;

15 - Ultimo gol de Claudio Milar do Brasil, contra o Santa Cruz, em jogo amistoso; Data de fundação do SERC Brasil,de Farroupilha, 1939;

16 - Aniversário de fundação do Estrela do Norte FC de Cachoeiro de Itapemirim, ES, 1916;

18 - Inauguração do estádio De los Rios em Xerem, pertencente ao EC Tigres do Brasil, com o jogo Tigres 4, Danúbio do Uruguai, 4, cerca de 2000 pessoas assistiram ao encontro;

19 - Data de fundação de dois Independentes: o FC de Limeira (44) e o EC de Santana, AP (62);

22 - Aniversário de fundação de dois clubes: CA Metropolitano de Blumenau, SC e Madre de Deus SC caçula do Campeonato baiano, ambos de 2002;

25 - Reinauguração do estádio Roberto Santos, com o jogo Bahia 4, Ipitanga 0, pelo Campeonato Baiano, com 18681 pagantes;

O Clube Atlético Paranaense perde a final da Copa São Paulo de Juniores no Pacaembu por 3 a 1;

Estréia de Washington, o coração valente, contra a Lusa no Canindé, assinalando dois gols, público de 7562;

26 - Aniversário de fundação do time brasileiro mais vezes campeão mundial, maior brasileiro ganhador da Libertadores, único tri-campeão brasileiro, 6 vezes campeão do campeonato mais difícil do planeta, dono de um dos maiores estádios particulares do mundo, único brasileiro a participar seis vezes consecutivas da Libertadores, time de Friedenreich, Leonidas e do maior goleiro artilheiro do Universo: Rogério Ceni. SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE;

27 - Primeira postagem do Toninho no Blog do Marcão;

28 - Dois times fundados no mesmo dia: América FC de São José do Rio Preto e SER São José de Macapá, em 1946;

29 - Mais dois clubes fundados no mesmo dia: SREC Guarani de Palhoça, SC e Joinvile EC , ambos em 1976;

30 - Aniversário de fundação do SE Sidrolandia, MS;

31 - Aniversário do Palmas FR (97) e do Maracanã EC do Ceará (2005)

SANTOS EM 64











Imagem enviada pelo Guilherme do time do Santos no amistoso contra o Flu em 64 quando a esquadra peixeira adentrou ao gramado trajando uniformes dos clubes cariocas.


Aplicando meus profundos conhecimentos alvinegros e uniformes de times cariocas:


Em pé, da esquerda para a direita: alguém com a camisa do Campo Grande ?; outro alguém com a camisa do Flu, mais um alguém com a camisa do Flamengo, quem ? com a camisa do Vasco, mais um com a camisa do América, Gilmar com a camisa do Santos ?.


Agachados: fulano com a camisa do Bangu, Sicrano com a camisa do ?, Toninho Guerreiro, pentacampeão paulista com que camisa ?, Esse aí eu já vi em algum lugar, deixa ver... ah Gasolina trajando a camisa do glorioso ? e finalmente: esse eu não conheço e a camisa muito menos.

Guilherme, você consegue identificar todos os jogadores e camisas ?

DESAFIO AO PROFESSOR GUILHERME IV

Lembro-me de que quando morávamos em Santo André, nos meados dos anos setenta, o estádio Bruno José Daniel passou por reformas obrigando o Santo André a atuar no estádio do Parque Jaçatuba. Naquela época o Ramalhão enfrentou o Alvinegro praiano naquele estádio. Se não me falhe a memória o jogo foi 0x0 e o publico muito pequeno (além de nós três não sei se havia muito mais gente ... rsrsrs). Guilherme a ficha com o publico, por favor...

DESAFIO AO PROFESSOR GUILHERME III

Resposta ao Alexandre
Nosso amigo e colaborador Alexandre, pediu a ficha técnica do primeiro confronto entre o Santos FC e o Fluminense FC. Vamos a ela:

09/06/1918
Santos FC 1x6 Fluminense FC (Rio de Janeiro) – partida nº 90 do Santos FC
Local: Vila Belmiro – Santos (SP)
Competição: Amistoso (em disputa as Taças Sudan e Carioca)
Gols: Arnaldo (SFC) – French (2), Welfare (3) e Zezé (FFC)
SFC: Costa e Silva, Cícero e Arthur; Américo, Junqueira e Ricardo; Millon, Marba, Ary, Haroldo e Arnaldo.
Técnico: Juan Bertone
FFC: Marcos Mendonça; Vidal e Chico Netto; Laís, Osvaldo Gomes e Fortes; Mano, Zezé, Welfare, French e Machado
Técnico: Quincey Taylor

Naquele época, o Fluminense já era campeão carioca (por sinal, foi tricampeão: 1917,1918 e 1919) e sua visita a Santos foi motivo de intensa movimentação na cidade. A Vila Belmiro recebeu grande público, e os torcedores ocuparam suas arquibancadas, que na ocasião media 6 metros por 60!

E quem eram os craques que pisaram no gramado de Vila Belmiro?
Da parte do alvinegro podemos destacar: Adolpho Millon, Haroldo Domingues e Arnaldo Silveira (todos integrantes da Seleção Brasileira campeã do Sul-Americano de 1919, disputado no Rio de Janeiro). Além desses, o exímio cabeceador Ary Patuska (atacante que atuou na Suiça, sendo campeão pelo Bruhl Saint Gallen)
Do lado tricolor havia em campo: o lendário Marcos Mendonça e também, Fortes (ambos do elenco campeão Sul-Americano de 1919). Mas o Fluminense contava ainda com diversos craques com passagens pela Seleção Brasileira entre 1917 e 1919 como Vidal, Chico Netto, Laís, Osvaldo Gomes e Zezé.

Com tantos bons jogadores, o resultado foi uma aula de futebol dos tricolores cariocas sobre o time de Vila Belmiro, incontestáveis 6x1! E acabaram levando para o Rio de Janeiro a Taça Sudan e a Taça Carioca, em disputa naquele dia.

Guilherme continua
Depois desse primeiro confronto Santos e Fluminense se enfrentaram outras 76 vezes, e o tricolor carioca continua com vantagem (pequena): são 31 vitórias, 18 empates e 28 vitórias para o Santos FC. Apesar de ser um dos clássicos mais antigos do País, nunca decidiram um campeonato, porém fizeram importantes duelos ao longa da história.
Duas partidas que entraram para a história do tradicional confronto (e do futebol brasileiro): a partida do “gol de placa” de Pelé, no palco do Maracanã, em 1961 (SFC 3x1) e um dos jogos mais emocionantes da longa existência santista, o 5x2 sobre o FFC, no Pacaembu, nas semi-finais do Campeonato Brasileiro de 1995.

Conheça alguns números do clássico:

*Maiores públicos: 87.783 no Maracanã (Taça de Prata, 1969, 0x0)
28.090 no Pacaembu (Campeonato Brasilerio, 1995, SFC 5x2)

*Maiores goleadas do Fluminense: 5x0, amistoso em 1948, nas Laranjeiras
6x1, amistoso em 1918, na Vila Belmiro

*Maiores goleadas do Santos: 5x0, Campeonato Brasileiro em 2004, em São José do Rio Preto
5x2, Torneio Rio/São Paulo em 1965, no Maracanã

Como curiosidade, um outro confronto entre Santos e Fluminense, também entrou para a história, foi em 1964, quando o alvinegro entrou em campo usando as camisas dos diversos clubes do Rio de Janeiro (inclusive a do Fluminense). Tal atitude foi para agradecer e homenagear a torcida carioca que tanto apoiou o time santista nas finais do Mundial Interclubes em 62/63. Na foto é possível identificar o fabuloso Pepe com a camisa tricolor. Na hora da partida, o Santos usou a tradicional camisa branca e venceu por 1x0.

Um abraço ao Alexandre, e que venha outro desafio!

OLHO NO LANCE - II

Já tinha postado a reprodução da matéria do Santos FC no estádio do Pacaembu com a inestimável colaboração do Guilherme publicada no Lancenet. Estava faltando a matéria no jornal impresso. Eis a cópia do jornal:













Clique na imagem para ampliá-la

CAMPEONATO BRASILEIRO DE CLUBES CAMPEÕES - 1920

Abaixo reprodução do Livro de Registro de jogos do Fluminense Futebol Clube, enviado pelo Alexandre Magno Barreto Berwanger ao Guilherme. Na primeira foto a partida contra o Brasil de Pelotas, na seguinte contra o Clube Atlético Paulistano.
Simplesmente espetacular as fotos. Agradecemos ao Alexandre pela gentileza.




Clique nas fotos para ampliá-las

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

MAIS UM SÃOPAULINO


Olha aí o Pedrinho !! Nosso priminho, filho do Davi e da Maria Helena !!
Mais um sãopaulino na torcida que mais cresce no planeta !!!!
Já sonha com os titulos do Tricolor do Morumbi !!!

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

CFZ DO RIO CAMPEÃO

Iniciando a pré temporada para disputa da Copa Rio, o CFZ organizou a Copa Felipe Coimbra, disputada no estádio Antunes, contou com a participação além do CFZ das equipes juniores do CR Flamengo, Sendas EC e do próprio CFZ.
Eis os resultados:
14/2 - CFZ - Júnior 0 x 5 Sendas
18/2 - CFZ 2 x 1 Flamengo
decisão do terceiro lugar:
20/02 - CFZ - Júnior 1 x 4 Flamengo
final:
20/02 - CFZ 0 x 0 Sendas p- nos penais: CFZ 4 x 3

SÃO PAULO CAMPEÃO

O Sport Club São Paulo de Rio Grande, RS, sagrou-se campeão do Torneio Citadino de 2009.
Participaram do Torneio além do São Paulo o Sport Club Rio Grande e o Foot Ball Club Riograndense.
Todas as partidas foram disputadas no estádio Aldo Dapuzzo.
Os jogos:
Fase de classificação
4/2 - São Paulo 1 x 0 Rio Grande
8/2 - São Paulo 1 x 0 Riograndense
11/2 Riograndense 3 x 3 Rio Grande - nos penaltis: 3 x 4
Finais
14/2 - São Paulo 1 x 1 Rio Grande18/2 - São Paulo 4 x 2 Rio Grande

TORNEIO AMISTOSO

Patrocinado pela Federação Roraimense de Futebol e pela Prefeitura do Município de Mucajaí, foi disputado em 7 de fevereiro um torneio amistoso, reunindo:
Atlético Progresso Clube - A; Atlético Progresso Clube B; Grêmio Atlético Sampaio - GAS; Atlético Rio Negro Clube.
Os jogos tiveram dois tempos de 30 minutos e foram disputados em Mucajaí.
Os resultados:
1° jogo
Progresso A 1 x 0 Rio Negro
2° jogo
Progresso B 2 x 1 GAS
final
Progresso A 2 x 1 Progresso B

MAIS (Sobre os São Paulo FC - a história que não querem que conheçam)

Referência:
Tietê - o rio do esporte
Henrique Nicolini
Phorte Editora, 2001
o autor: Jornalista Esportivo (A Gazeta Esportiva desde 1947) Ex Membro do Comitê Olímpico Brasileiro e Graduado pela FFCL da USP.
Pág. 261 (sobre a AA Palmeiras) "A Associação Atlética das Palmeiras encerrou suas atividades em 1930, quando mudou sua denominação, por motivo de fusão com uma ala do Clube Atlético Pauliustano, passando a se chamar São Paulo FC. As circunstâncias dessa fusão serão detalhadas nos capítulos correspondentes à história deste último clube. Acrescente-se, porém, um importante comentário sobre a extinção da AA Palmeiras: o seu fim não foi inglório! Deve-se lembrar que ela se transformou no alicerce de uma outra pujante agremiação, pois seu estádio, suas instalações e bens patrimoniais serviram de infra-estrutura para o novo clube que estava começando uma experiência repleta de sucessos e que hoje é o orgulho de nossa cidade. O esporte de São Paulo deve uma respeitosa reverênciaa aos 28 anos de vida da AA Palmeiras. Sem ela, nossa cidade dificilmente teria como patrimônio cultural o glorioso tricolor do Morumbi.
"Sãopaulinos: "Hay que endurecer pero sin perder la ternura jamás".
Antônio Coelho. (o negrito é meu).

100 ANOS DO CORITIBA F.C.


Abrindo a temporada futebolística 2009, ano de seu centésimo aniversário, o Coritiba disputou no dia 17 de Janeiro amistoso interestadual contra o tricolor Carioca, Fluminense FC, e após 90 minutos de muita disputa a vitória sorriu à equipe tricolor. A seguir a ficha técnica da partida cordialmente fornecida pelo Alexandre Magno Barreto Berwanger
CORITIBA 0 X 1 FLUMINENSEMotivo : Amistoso InterestadualEstádio: Couto Pereira, Curitiba (PR)Data/hora: 17/01/2009 - 16h20 (de Brasília)Árbitro: José Ricardo Bigaski Stolle (PR)Renda/público: R$ 63.620,00 / 7.920 ( 6.111 pagantes )GOLS: Tartá, 37'/2ºT (0-1)
CORITIBA: Vanderlei (Edson Bastos, intervalo), Cleiton (Renatinho, 36'/2ºT), Felipe (Dirceu, 34'/2ºT), Rodrigo Mancha (Lucas Mendes, 34'/2ºT); Márcio Gabriel (Rodrigo Heffner, 20'/2ºT), 19'/2ºT) Rodrigo Pontes (Leandro Donizete, 40'/1ºT), Carlinho Paraíba (Douglas Silva, intervalo), Pedro Ken (Dinélson, 40'/1ºT), Vicente (Guarú, intervalo); Marlos (Adriano, 17'/2ºT)), Marcos Aurélio (Ariel, 40'/1ºT). Técnico: Ivo Wortmann.
FLUMINENSE: Fernando Henrique (Ricardo Berna, 29'/2ºT), Wellington Monteiro (Mariano, intervalo), Luiz Alberto (Cássio, intervalo), Edcarlos (Sandro, 29'/2ºT) e Leandro (João Paulo, 10'/2ºT); Jaílton (Fabinho, intervalo), Diguinho (Fernando, intervalo), Leandro Domingues (Leandro Bomfim, intervalo) e Conca (Marquinho, intervalo); Leandro Amaral (Tartá, intervalo) e Roger (Alan, intervalo). Técnico: René Simões.
Obs.: Amistoso comemorativo pelo centenário do Coritiba. O clube foi fundado a 12 de outubro de 1909.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

SOBRE O SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE

SOBRE O SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE,
a história que não querem que conheçam

Quando um clube ganha a dimensão do São Paulo Futebol Clube, de reconhecimento internacional e de estrutura modelar para muitos do futebol brasileiro, particularidades acabam gerando controvérsias.

Vejam, por exemplo, Depois de instituído oficialmente o Campeonato Brasileiro de Futebol em 1971 pela CBF, o clube do Morumbi foi o primeiro pentacampeão brasileiro (em 2007) com direito em ter em definitivo à chamada “taça das bolinhas”.
Então, por que motivo não lhe foi entregue definitivamente a taça em referência. Respondo: do outro lado está o Clube de Regatas Flamengo, campeão da Taça União (criada para por fim a uma dissidência dos grandes clubes do país em conflito com a CBF).
A imprensa, dominada por questões de paixões clubísticas, (leia-se Flamengo / Corinthians Paulista) desconsideram que os dois finalistas da Taça União teriam que cruzar com os dois finalistas do outro módulo para sagrar Campeão do Brasil. E que os mesmos não o fizeram (Flamengo e Internacional de Porto Alegre), abrindo caminho para Sport do Recife e Guarani de Campinas realizarem a grande final. Deve-se relembrar que Inclusive às datas do cruzamento, houve escala de juiz, entrada dos clubes em campo (no caso só um) e nesses casos, vitória por ausência do adversário. Finalizando, Sport Recife, Campeão Brasileiro, e Guarani, vice, foram os legítimos representantes brasileiros na Libertadores da América no ano seguinte.
Portanto, não há o que polemizar. Considerando inclusive que o Flamengo, inconformado com a não oficialização do título da Taça União, usou de todas as instâncias da justiça para que os finalistas legais, Sport Recife e Guarani, do Brasileiro de 1987 perdessem o reconhecimento oficial e... perdeu todas.

Abri todo esse extenso parágrafo para mostrar como a imprensa esportiva é parcial e que acaba em grande parte colocando-se contra o que não for a favor dos “grandes do povão” (mesmo diante do crescimento nas pesquisas da torcida são-paulina em todo o país) e, por conseqüência, ao tricolor do Morumbi. Tudo isso, para abordar sobre a fundação do São Paulo FC e de seu título de 1931.
Agora, eu vou mais além, ou melhor, retorno para antes desses fatos e por razões que iremos demonstrando cronologicamente, mostrar a história que não querem que conheçam.

Em 09 de novembro de 1902, na então pacata cidade provinciana de São Paulo de Piratininga, dando os primeiros passos no esporte que iria conquistar o povo brasileiro e o mundo, o futebol, surge a Associação Atlética das Palmeiras.
Seu campo localizava-se na Avenida Angélica e adotou as cores preta e branca. Considero este o instante, ainda que embrionário, do início da saga tricolor.
Em 1903 a AAP, como veremos o futuro SPFC, se define como novo integrante da Divisão A do futebol paulista vencendo o Internacional de Santos por 4 a 0.
Em 1906 a AAP, instala-se na Chácara da Floresta (Ponte Pequena). Apesar das dificuldades dos primeiros tempos levanta os títulos máximos do futebol paulista em 1909, 1910 e 1915.

Ao fim da década de 20 e início da década de 30, a vida brasileira, ainda dominada pela política “café com leite” e com os Barões do Café enfrentando as dificuldades da quebra da Bolsa de Valores de 1929 em Nova Iorque, Estados Unidos da América, no futebol se praticava um amadorismo “marrom”, isto é, um profissionalismo disfarçado.
A era romântica do futebol estava acabando. Os grandes times do amadorismo enfrentavam essa realidade. O grande Clube Atlético Paulistano, detentor de 11 títulos paulistas, o primeiro a ser reconhecido no exterior (França) como os “Reis do Futebol” não aceitava essa condição. O grande Paulistano fecha seu Departamento de Futebol conquistando seu último título paulista (1929) e na mesma época, em 1930, a AAP extingue-se.
E, o que ocorreu? Havia um patrimônio sem clube e sem time (a AAP, em processo de falência) e um time (Fried, e outros craques do glorioso Paulistano) sem clube.
Nesse contexto é dada uma solução simples, funde-se o clube e patrimônio da Associação Atlética das Palmeiras (preto e branco) com o time de jogadores e sócios descontentes com o fim do Departamento de Futebol do Clube Atlético Paulistano (vermelho e branco).
Surge o São Paulo Futebol Clube, tricolor (vermelho do Paulistano, preto da AA Palmeiras e branco de ambos). Ora, nesse sentido o São Paulo FC é a continuação da AAP, inclusive porque, na incorporação do patrimônio da AAP, acompanha o Estádio de Futebol da Chácara da Floresta, isto em 27 de janeiro de 1930.

Não é por acaso que em 1930, jogando na Chácara da Floresta e com os ex-jogadores do Paulistano o tricolor já é vice-campeão paulista e conquista o título em 1931. O timaço dessa época levou ainda a um tri vice-campeonato em 1932, 1933 e 1934.
Mas, ao final de 1934, as dívidas acumulam-se e o São Paulo vive seu período mais crítico de toda a sua história (de 1902 aos dias de hoje). E para superar a situação de falência em 1935 funde-se com o Clube de Regatas Tietê, seu vizinho na Chácara da Floresta (que irá incorporar também a tradicional Associação Atlética São Bento). Parte dos associados não aceita essa fusão e forma o chamado Grêmio Tricolor e que em 04 de junho refundam como Clube Atlético São Paulo que a 12 de dezembro de 1935 realiza sua última mudança e definitiva pra São Paulo Futebol Clube.

Enfim, o que quero demonstrar aqui é que nunca existiu um São Paulo da Floresta Futebol Clube, como querem alguns da imprensa esportiva. A sigla SPFFC, nunca houve. A taça da conquista de 1931 está no Museu do São Paulo FC.
O São Paulo (AAP da Angélica) é o São Paulo da Floresta, que é o mesmo São Paulo do Canindé (quando trocou a Chácara da Floresta pelo Canindé, depois comprado pela Portuguesa de Desportos) e o São Paulo do Morumbi. Esses “São Paulos” é o mesmo São Paulo, só com endereços diferentes.
Ou, seguindo a lógica dos anti-sãopaulinos, seria como identificar separadamente CBD e CBF e dessa forma, não seríamos mais pentacampeões do mundo. O Reino do Sião que troca de nome para Tailândia, o Império da Pérsia que muda para Irã, a troca de nome da cidade de Bizâncio, Constantinopla para a atual Istambul, todos perderam suas origens por que os nomes mudaram? Não!

Aos torcedores de outros times sei que por mais fatos que sejam trazidos continuarão a alimentar as discórdias e diminuírem os feitos do tricolor do Morumbi.

Mas, aos historiadores e aos são-paulinos de alma, não sejam enganados: descubram a história que não querem que conheçam. Não deixem de contabilizar os três títulos da era romântica, como AAP, e, sobretudo, o início pungente que poucos times carregam em sua história do esquadrão liderados por Friedenreich entre 1930 e 1934. A história que segue depois, todo mundo já conhece...
“Hay que endurecer pero sin perder la ternura jamás”.

OLHO NO LANCE !!!

Publicada em 22/2/2009 às 11:09
Confira as curiosidades do Peixe no Pacaembu
Primeiro título internacional da equipe foi conquistado em São Paulo
LANCEPRESS!
Desde 1940, quando o Pacaembu foi inaugurado, o Santos já disputou 439 partidas oficiais no estádio, tendo conquistado 181 vitórias. O time ainda acumula 122 empates e 136 derrotas. O aproveitamento em pontos é de 50,6%.Ao longo do tempo, o Pacaembu foi marcante para o Alvinegro. O LANCENET! lista alguns dos principais fatos da história santista que aconteceram no palco da partida deste domingo, contra o Botafogo, às 17h.
AS CURIOSIDADES DO SANTOS NO PACAEMBU.
VOCÊ SABIA?
Recorde
O Santos é detentor do recorde de público do Pacaembu: 69.049 assistiram ao revés santista por 2 a 1 contra o Palmeiras, no dia 26 de março de 1972.
É campeão!
A equipe santista conquistou nada menos do que 13 títulos no estádio. Dentre os principais estão os Paulistas de 1956, 1962 e 1967.
Equilíbrio
O Peixe já disputou três jogos contra o Botafogo, rival de hoje, nesse palco. O saldo é de uma vitória para cada lado e um empate.
Bons tempos...
A geração dos Meninos da Vila nasceu em 1978 justamente em uma partida no Pacaembu. Eles estrearam no empate por 1 a 1 contra o Santa Cruz.
Bom aproveitamento
Nos últimos anos, o Pacaembu tem sido uma grande arma para o Santos. De 2000 até hoje, foram nove vitórias, três empates e apenas três derrotas.
Vexame
Em 2005, o Santos viveu um dos piores momentos da sua história quando foi goleado por 7 a 1 pelo Corinthians, no Pacaembu, em São Paulo. Foi uma das maiores goleadas sofridas pelo clube em todos os tempos.
Por muito pouco ...
O Alvinegro disputou seis partidas no Pacaembu durante o Brasileirão de 1995. Duas foram marcantes: a semifinal, contra o Fluminense, quando o Peixe reverteu enorme vantagem e venceu por 5 a 2. Naquela partida, os jogadores não foram para o vestiário no intervalo e ficaram ouvindo a torcida no gramado. Na final, empate polêmico por 1 a 1 no Pacaembu deu o título Brasileiro ao Botafogo.
A primeira vez...
O primeiro título internacional do Santos foi conquistado no Pacaembu. Em 1956, o time bateu o Newell’s Old Boys (ARG) por 5 a 2 e levou o Torneio Internacional Roberto Gomes Pedrosa. Foi o primeiro de muitos...
*Parte das informações foram obtidas com Guilherme Nascimento, historiador do Santos. Confira mais de seu trabalho em http://www.santistaroxo.com.br/
if (!(dominioparceiro)){OAS_AD('x10');}

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

TORCIDA ORGANIZADA

Opinião Sérgio Carvalho: Por que ninguém fecha a Gaviões?
(www.futebolinterior.com.br)

Mais um jogo, mais um confronto da Gaviões com a polícia. Mais gente machucada e mais arranhada fica a imagem do futebol Paulista. Esta triste rotina não tem fim. Todo jogo do Corinthians acontece o mesmo. Há sempre agitação onde essa uniformizada aparece e, quando não acontecem depredações e grandes confrontos, o saldo final é sempre dramático: muita gente inocente prejudicada e, em alguns casos, até pessoas que nada tem a ver com o futebol acabam envolvidas sem saber sequer porque isso aconteceu.
Algo que há muito ocorre em jogos onde a Gaviões comparece e que apesar das denúncias, jamais provocou uma reação forte e decisiva daqueles que tem obrigação de zelar pelo bem estar e pela segurança do cidadão comum em nosso Estado.Lembro-me quando o então promotor Fernando Capez fez um levantamento profundo sobre as uniformizadas do futebol Paulista. Ele descobriu que a maioria delas, e, em especial a Gaviões, tem forte ligação com a violência, com a truculência, e até com o uso de drogas proibidas e com latrocínio (quantas vezes essa torcida parou em restaurantes de estrada e levou tudo o que pôde???). Capez apresentou seu relatório, as autoridades ficaram ao par de como era grave a situação e ninguém se mexeu. Como consequência, a Gaviões ganhou moral, achou-se superior a tudo e a todos e hoje quer impor sua vontade à qualquer custo e em qualquer lugar. Tanto que no último domingo seus integrantes acharam que poderiam esmagar a PM e acabaram esmagados por ela. Será que não passou da hora de acabar com isso? Por que então nossas autoridades não pegam o touro a unha e fecham logo essa entidade que só leva desgraça aos nossos estádios? Fechem a Gaviões, senhores. Os homens de bem e o torcedor comum do futebol Paulista clamam por isso.

Do site: www.futebolinterior.com.br Até que enfim alguém na imprensa com coragem de dizer a verdade !!

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

DESAFIO AO PROF.GUILHERME II

Resposta do Prof. Guilherme ao desafio:

Marcão:
Gostei da ideia do desafio, vamos ao primeiro:

27/03/1966 Santos FC 0x0 SC Corinthians P (São Paulo) - partida nº 2217 do Santos FC
Local: Pacaembu - São Paulo (SP)
Competição: Torneio Rio/SP
Renda: Cr$ 64.517.500,00
Público: 43.603
Juiz: Ethel Rodrigues
SFC: Laércio, Carlos Alberto Torres, Oberdã, Haroldo e Zé Carlos; Zito e Mengálvio; Dorval (Lima), Coutinho, Toninho e Edu (Joel Camargo).
Técnico: Lula
SCCP: Heitor; Jair Marinho, Ditão, Galhardo e Édson Cegonha; Nair e Rivelino; Garrincha, Flávio (Ney), Tales e Gilson Porto
Técnico: Oswaldo Brandão
Ocorrências: Coutinho e Mengálvio (SFC) expulsos; Laércio defendeu penalti

Comentários:
Durante o Rio /São Paulo de 1966, o Santos atuou todas as partidas sem Pelé, uma vez que o Rei casara-se no início de Março.
Foi nesse ano que o jornal "Gazeta Esportiva" apelidou o Corinthians de "Timão", tendo em vista as contratações do clube paulistano: Ditão, Nair, Garrincha, dizia-se que juntamente com Rivelino, Jair Marinho, Dino Sani (que não jogou essa partida) e Flávio não seria apenas um time, seria um timão...
Tudo isso para tentar sair da fila de conquistas de títulos e quebrar o Tabu contra o Santos FC. Tabu que quase caiu nesse dia, pois aos 35' o Juiz (como se dizia na época) expulsou Coutinho por agressão a Edson Cegonha (revidou uma falta violenta com uma cabeçada) e em seguida, Mengálvio por reclamação. Aos 42', Zito derrubou Garrincha na área e foi marcado pênalti. Com nove em campo, um pênalti a favor e Garrincha sendo parado no "pau", a torcida corinthiana via próximo o fim do tabu. Via... pois Flávio perdeu o pênalti (Laércio defendeu), e o jovem time santista segurou o resultado até o fim, tendo inclusive uma grande chance de gol bem ao final da partida, através de Joel Camargo.
Bem que aquele Senhor de terno claro tinha razão: "Hoje, o Santos não perde, se perder eu saio pelado!!!!" Ainda bem que empatou....
Com esse resultado (e a vitória do Botafogo sobre o Vasco, 3x0), Santos , Corinthians, Botafogo e Vasco foram declarados campeões do Rio/ São Paulo.
E reparem o desfile de craques: Carlos Alberto Torres (Copa do Mundo de 70), Zito (Copas de 58, 62 e 66), Mengálvio (Copa de 62), Lima (Copa de 66), Coutinho (Copa de 62), Edu (Copas de 66, 70 e 74), Joel Camargo (Copa de 70), Jair Marinho (Copa de 62), Rivelino (Copas de 70, 74 e 78) e Garrincha (Copas de 58, 62 e 66).

Em breve, o pedido do Alexandre Magno (muy amigo...)

Até aqui, beleza, jogada sensacional de Guilherme, golaço: Desafiantes 0 x 1 Professor.

Guilherme, continua:

E para encerrar, uma explicação para a pergunta que não quer calar: o que estariam 3 tricolores (Marcão, Toninho e "Seo" Antônio) num Pacaembu, para ver Santos e Corinthians? Simples: Marcão era santista e o Toninho, corintiano (ambos com camisas dos times...).


Explicando com fatos REAIS a pergunta que não quer calar:
1) Como podia ser santista, se em 1965 fui assistir um jogo do tricolor já como são paulino ?
2) ¨Seo¨Antônio, grande tricolor, e grande esportista apenas levou seus filhos para assistirem à final de um Torneio reunindo equipes famosas à época. Como hoje a molecada assiste Milan x Inter para ver Kaká, Pato, Adriano, etc.
3) Camisas dos times ????? Que viajada na maionese.....
4) Tínhamos uma camisa do Santos em casa, presente do Tio Adolpho, Santista ao extremo, numa tentativa de influenciar (de maneira negativa, eu diria) seus sobrinhos. Daí a torcer pelo Santos...
5) Finalizando, já assiti ao vivo muitos jogos do Santos, mas isso apenas como um gesto fraterno.
(O que não faz a amizade por um irmão...)

Pelo exposto, Guilherme tenta fazer graça no desafio, leva um contra ataque e: DESAFIANTES 1x1 GUILHERME.

sábado, 14 de fevereiro de 2009

DESAFIO AO PROFESSOR GUILHERME

Enquanto não sai o tão esperado almanaque do Santos FC, lanço um desafio ao Professor de Santosfutebolclubelogia, Guilherme: Peço uma ficha técnica do time principal do Peixe, em qualquer época, e ele terá de fornece-la.
Pra começar, o primeiro jogo do Santos que eu assisti ao vivo, tinha nove anos, em 1966, e meu pai levou-nos, eu e o Toninho, para assistir Santos 0x0 Corinthinas no Paulo Machado de Carvalho, pelo Torneio Rio-São Paulo.
Minha única lembrança da partida: Um insano torcedor praiano, trajando terno claro (naquele tempo muita gente assistia às partidas de calça social e paletó) e óculos escuros esbravejando a plenos pulmões: ¨Se o Santos perder esse jogo, eu saio daqui pelado!!¨, felizmente o Santos não perdeu !!
E aí, Professor ?

Quem quiser pedir a sua ficha técnica (do Santos FC, time principal) é só enviar um comentário...

Àrvore genealógica

Àrvore torcidológica da familia Coelho de Souza:

-Antenor (Fluminanse FC) casou-se com Maria Augusta, tendo os seguintes filhos:

-Adolpho (Santos FC);

-George (CR Vasco da Gama) casou-se com Nelly, tendo como filhos:
Rodolfo (São Paulo FC) e Rogério (São Paulo FC), suas esposas e filhos, não disponíveis;

-Lucyanna (São Paulo FC);

-Maria Thereza (SCCP) casou-se com Antônio (São Paulo FC) tendo como filhos:
=Toninho (São Paulo FC) casou-se com Sandra (SCCP), tendo como filhos:
André (São Paulo FC) e Ana Clara (SCCP);
=Marcos (São Paulo FC) casou-se com Regina (São Paulo FC) tendo como filha:
Camila (São Paulo FC);
= Guilherme (Santos FC) casou-se com Kátia (Santos FC) tendo como filhos:
Fernanda (Santos FC), Gabriel (SE Palmeiras) e Carolina (indefinida) que namora com Igor (São Paulo FC).

-Aloysio (São Paulo FC) casou-se com Neide (São Paulo FC) tendo a filha:
= Maria Helena (São Paulo FC) casada com Davi (São Paulo FC), que tiveram o mais novo membro da familia: Pedro (São Paulo FC)

Resumo:
1) São Paulo FC, 15
2) Santos FC, 4
3) SC Corintians P, 3
4) Fluminense FC,
SE Palmeiras
CR Vasco da Gama, 1

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Campeonato Brasileiro de Clubes Campeões - 1920

25 de Março
CA Paulistano (SP) 7x3 GE Brasil (RS)
Laranjeiras – Rio de Janeiro (DF)
Juiz: Henrique Vignal (DF)
Gols: Fried (3), Mário (2), Carlos Araújo (2) – Alberto, Proença e Ignácio
CAP: Arnaldo; Orlando e Carlito; Sérgio, Mariano e Clodô; Zonzo, Mário, Fried, Carlos Araújo e Cassiano.
GEB: Frank; Nunes e Zabaleta; Floriano, Russel e Waldomiro; Faria, Alberto, Proença, Inácio e Alvazira

28 de Março
Fluminense FC (DF) 1x4 CA Paulistano (SP)
Laranjeiras – Rio de Janeiro (DF)
Juiz: Alberto Borgueth
Gols: Zezé – Mário (2), Fried e Friedenreich
FFC: Marcos; Othelo e Chico Neto; Lais, Osvaldo e Fortes; Mano, Zezé, Welfare. Machado e Bachi
Técnico: Pode Podersen
CAP: Arnaldo; Orlando e Carlito; Sérgio, Carlos Araújo e Clodô; Zoazo, Mário, Fried, Botelho e Cassiano.

03 de Abril
Fluminense FC (DF) 6x2 GE Brasil (RS)
Laranjeiras – Rio de Janeiro (DF)
Juiz: não disponível
Gols: Honório, Zezé (3) e Welfare (2) – não disponível
FFC: Marcos; Othelo e Chico Neto; Lais, Osvaldo e Fortes; Mano, Zezé, Welfare. Machado e Bachi
Técnico: Pode Podersen
GEB: Frank; Nunes e Zabaleta; Floriano, Russel e Waldomiro; Faria, Alberto, Proença, Inácio e Alvazira

Classificação:
1) Clube Atlético Paulistano, 0 pontos perdidos, 2 jogos, 2 vitórias, 11 gols a favor, 4 gols contra, saldo positivo de 7 gols;
2) Fluminense Futebol Clube, 2 pontos perdidos, 2 jogos, 1 vitória, 1 derrota, 7 gols a favor, 6 gols contra, saldo positivo de 1 gol;
3) Grêmio Esportivo Brasil, 4 pontos perdidos, 2 jogos, 2 derrotas, 5 gols a favor, 13 gols contra, saldo negativo de 8 gols.

Arquivo elaborado por Guilherme C.S. Nascimento.

Fontes de pesquisa: Supremacia e decadência do Futebol Paulista - Leopoldo Sant'Anna 1925; http://www.fluzao.info/; História do Futebol Brasileiro – Thomaz Mazzoni - 1950

Agradecimento especial a Alexandre Magno Barreto Berwanger

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Amistosos - primeira quinzena de janeiro

  1. 3/jan // interestadual // Ferroviário AC CE 2 x 1 ACD Potiguar RN // Elzir Cabral // Fortaleza // R$ 4.100,00 // 520
  2. 3/jan // interestadual // Desportiva Capixaba ES 0 x 1 Americano FC RJ // Engenheiro Araripe // Curiacica
  3. 3/jan // estadual // Mesquita FC RJ 1 x 2 Duque de Caxias FC RJ // Nielsen Louzada // Mesquita
  4. 3/jan // estadual // Rio das Ostras FC RJ 0 x 5 AD Cabofriense RJ // Rio das Ostras
  5. 4/jan // interestadual // SC Corinthians A. AL 1 x 2 AD Vitória PE // Nelson Peixoto Feijó // Maceió
  6. 4/jan // estadual // CSA AL 1 x 1 Igaci FC AL // Orlando Gomes de Barros // União dos Palmares
  7. 4/jan // estadual // Sel. Acajutiba BA 0 x 4 Madre de Deus SC BA // Agenor Pereira // Acajutiba
  8. 4/jan // estadual // ECPP Vitória da Conquista BA 0 x 1 Colo Colo FR BA // Lomanto Júnior // Vitória da Conquista // R$ 7.505,00 // 1453 //
  9. 4/jan // estadual // Fortaleza EC CE 4 x 0 Uniclic AC CE // Alcides Santos // Fortaleza // R$ 18.335,00 // 2004(2404) // inauguração do estádio
  10. 4/jan // interestadual // CA Colatinense ES 1 x 2 EC Democrata MG // Justiniano de Mello e Silva // Colatina // R$ 575,00 // 115 //
  11. 4/jan // estadual // Botafogo FC PB 8 x 2 Ponte Preta (amador) PB // CT Oceania // João Pessoa // R$ 630,00 // 126 //
  12. 4/jan // estadual // Nacional AC PB 1 x 0 Sel. Guarabira PB // José Cavalcanti // Patos
  13. 4/jan // estadual // Sel. Regional (Cajazeiras, Marizópolis, S.João do Rio) PB 0 x 12 Souza EC PB // Marizópolis
  14. 4/jan // interestadual // Salgueiro AC PE 2 x 3 ADRC Icasa CE // Cornélio de Barros // Salgueiro
  15. 4/jan // interestadual // Barras FC PI 1 x 1 Guarany SC CE // Juca Fortes // Barras
  16. 4/jan // interestadual // Quatro de Julho EC PI 4 x 4 Penharol (Horizonte) CE // Ytacoatiara // Piripiri
  17. 4/jan // estadual // Resende FC RJ 2 x 1 Friburguense AC RJ // Luso Brasileiro // Rio de Janeiro
  18. 4/jan // interestadual // Sel. Ipueria RN 0 x 11 Esporte CP PB // Ipueria //
  19. 4/jan // estadual // Sel. Baraúna RN 1 X 2 ACEC Baraúnas RN // Municipal // Baraúna
  20. 4/jan // estadual // EC Novo Hamburgo RS 3 x 1 GE Sapucaiense RS // Novo estádio // Novo Hamburgo
  21. 4/jan // estadual // Aymoré RS 1 x 4 EC São Luiz RS // Giruá
  22. 4/jan // interestadual // São Domingos F SE 3 x 3 AA Coruripe AL // Arnaldo Pereira // São Domingos
  23. 6/jan // estadual // Fortaleza EC CE 1 X 1 AE Tiradentes CE // Alcides Santos // Fortaleza
  24. 6/jan // interestadual // ACD Potiguar RN 0 X 2 Souzsa EC PB // Apodi
  25. 6/jan // estadual // Marilia AC SP 3 x 0 Rio Preto EC SP // Bento de Abreu // Mariia // 400
  26. 6/jan // estadual // Rio Branco EC SP 1 x 3 Bragantino AC SP // Décio Vitta // Americana
  27. 6/jan // estadual // A Monte Azul SP 1 X 0 Oeste FC SP // Monte Azul Paulista
  28. 7/jan // estadual // Ipanema AC AL 2 X 2 Guarani AL // Arnon de Melo // Santana do Ipanema
  29. 7/jan // estadual // Camaragibe AL 1 X 0 CRB AL // Edivanil Navarro // Matriz do Camaragibe
  30. 7/jan // estadual // Murici FC AL 2 x 0 Sel. Messias AL // José Gomes da Costa // Murici
  31. 7/jan // interestadual // SC Corinthians A. AL 4 X 0 AO Itabaiana SE // Nelson Peixoto Feijó // Maceió
  32. 7/jan // interestadual // Fluminense FFC BA 5 X 0 São Cristovão FC SE // Jóia da Princesa // Feira de Santana
  33. 7/jan // estadual // Galicia EC (Jr) BA 2 X 1 Camaçari FC BA // Parque Santiago // Salvador
  34. 7/jan // estadual // Ferroviário AC CE 1 X 0 Uniclic AC CE // Elzir Cabral // Fortaleza // encerrado antes do final devido a violência dos atletas do UAC
  35. 7/jan // estadual // EC Dom Pedro II DF 4 x 1 SE Gama (JR) DF // //
  36. 7/jan // estadual // Sel. Massaranduba PB 1 X 10 campinense C PB // Municipal // Massaranduba
  37. 7/jan // interestadual // Cabense FC PE 0 X 0 Botafogo FC PB // Gileno de Carli // Cabo de Santo Agostinho
  38. 7/jan // estadual // Sel. Ipojuca PE 1 X 0 Santa Cruz FC PE // Ipojuca // 4000
  39. 7/jan // interestadual // J Malucelli F PR 0 x 1 Joinvile AC SC // São José dos Pinhais
  40. 7/jan // estadual // Macaé Esporte FC RJ 0 X 0 AD Cabofriense RJ // Arena Guanabara // Araruama
  41. 7/jan // estadual // Bangu AC RJ 9 x 0 Tomazinho FC RJ // Corpo de Bombeiros // Guadalupe
  42. 7/jan // interestadual // RS Independente RN 1 X 1 Esporte CP PB // Benedito Bezerra Lins // Jardim das Piranhas
  43. 7/jan // estadual // América FC RN 4 X 0 Sel. Macaíba RN // CT Abílio Medeiros // Parnamirim
  44. 7/jan // estadual // Sel. Felipe Guerra RN 0 X 2 ACEC Baraúnas RN // Felipe Guerra
  45. 7/jan // interestadual // A Chapecoense F SC 2 X 0 Ypiranga FC RS // Indio Condá // Chapecó
  46. 7/jan // estadual // CS Sergipe SE 3 X 0 Sel. Universitária SE // João Hora de Oliveira // Maceió
  47. 7/jan // interestadual // AD Confiança SE 2 X 3 A Atlético C BA // Sabino Ribeiro // Aracaju
  48. 7/jan // estadual // Sel. Richão SE 0 x 6 Sete de Junho EC SE // Richão dos Dantas
  49. 8/jan // estadual // Colo Colo FR BA 2 X 1 ECPP Vitória da Conquista BA // Mário Pessoa // Ilhéus
  50. 8/jan // estadual // Nacional AC PB 3 X 0 Sel.Alto Sertão PB PB // Perpétuo Correia de Lima // Cajazeiras
  51. 8/jan // interestadual // SC Santa Cruz RN 1 X 1 Treze FC PB // Iberezão // Santa Cruz
  52. 8/jan // estadual // CA Tubarão SC 2 x 0 São Ludgero SC // Domingos Gonzáles // Tubarão
  53. 8/jan // estadual // EC Noroeste SP 1 X 1 CA Penapolense SP // Alfredo de Castilho // Bauru
  54. 8/jan // estadual // Marilia AC SP 0 x 3 Rio Preto EC SP // Bento de Abreu // Marília
  55. 9/jan // estadual // EC Juventude RS 5 x 1 Sind.Atletas Prof. RS RS // Alfredo Jaconi // Caxias do Sul
  56. 9/jan // interestadual // EC Novo Hamburgo RS 3 X 0 Criciuma EC SC // Novo estádio // Novo Hamburgo
  57. 9/jan // estadual // EC Noroeste SP 3 X 1 EC XV Novembro Jaú SP // Alfredo de Castilho // Bauru
  58. 9/jan // estadual // Paulista FC SP 1 X 1 Guaratinguetá EC SP // Estância Sta Filomena // Jarinu
  59. 9/jan // estadual // Paulista FC SP 1 X 2 Campinas FC SP // Estância Sta Filomena // Jarinu
  60. 9/jan // estadual // SC Corinthians P SP 4 x 0 UA Barbarense FC SP // Itu
  61. 9/jan // estadual // G Catanduvense F SP 1 X 1 Oeste FC SP // Silvio Salles // Catanduva
  62. 10/jan // estadual // Sel.União dos Palmares AL 2 X 2 CSA (B) AL // Orlando Gomes de Barros // União dos Palmares
  63. 10/jan // estadual // CRB AL 1 X 0 Camaragibe AL // Severiano Gomes Filho // Maceió
  64. 10/jan // estadual // Vitorinha Bonfinense BA 1 X 0 EC ipitanga BA // Pedro Amorim // Senhor do Bonfim
  65. 10/jan // internacional // Sel.Brasil sub-20 BR Boavista SC RJ // Engenhão // Rio de Janeiro
  66. 10/jan // interestadual // SE Gama DF 2 X 2 Atlético CG GO // Bezerrão // Gama // 8000
  67. 10/jan // interestadual // Sel. Vianópolis GO 0 X 2 EC Dom Pedro II DF // Vianópolis
  68. 10/jan // estadual // Sel. Cava Grande MG 2 X 2 Social FC MG // Cava Grande
  69. 10/jan // estadual // SE Sidrolândia MS 1 X 0 CENE MS // Municipal // Sidrolândia
  70. 10/jan // estadual // Cacerense EC MT 3 x 1 Palmeiras EC MT // Geraldão // Cáceres
  71. 10/jan // estadual // Sel.Sto Antônio Leverger MT 0 X 5 Operário FC MT // Municipal // Sto Antônio Leverger
  72. 10/jan // estadual // Sel. Barbacena PA 1 x 5 Paisandu SC PA // Laurival Cunha // Barbacena
  73. 10/jan // estadual // Botafogo FC PB 2 X 0 Ewerton EC (Guarabira) PB // CT Oceania // João Pessoa // 161 (287)
  74. 10/jan // interestadual // Campinense C PB 2 X 1 ACEC Baraúnas RN // Renatão // Campina Grande
  75. 10/jan // estadual // Portuguesa de Sapé PB 0 X 2 Internacional EC PB // Tadeuzão // Sapé
  76. 10/jan // interestadual // Rio Branco SC PR 0 x 0 CA Metropolitano SC // Gigante do Iteberê // Paranaguá
  77. 10/jan estadual // Duque de Caxias FC RJ 7 X 0 CIED Rio de Janeiro RJ // CT Artsul // Nova Iguaçu
  78. 10/jan interestadual // EC Tigres do Brasil RJ 1 X 2 Tupi FC MG // De Los Larios // Xerém
  79. 10/jan estadual // Madureira EC RJ 1 0 Friburguense AC RJ // Mourão Filho // Rio de Janeiro
  80. 10/jan interestadual // A Chapecoense F SC 2 X 1 C Esportivo BG RS // Indio Condá // Chapecó
  81. 10/jan estadual // União Timbó SC 1 X 5 CN Marcilio Dias SC // Municipal // Timbó // suspenso aos 23 do 2° tempo pelas chuvas
  82. 10/jan estadual // GR Barueri SP 2 X 0 EC São Bento SP // CT Vila Porto // Barueri
  83. 10/jan estadual // Guaratinguetá EC SP 4 X 1 Red Bull FE SP // Estância Sta Filomena // Jarinu
  84. 10/jan estadual // CA Linense SP 3 X 1 Marilia AC SP // Gilberto Siqueira Lopes // Lins
  85. 10/jan interestadual // EC Mogi Mirim SP 1 x 0 Rio Branco AFC MG // João Paulo II // Mogi Mirim
  86. 10/jan estadual // Ferroviária F SP 0 x 2 EC XV Novembro Jaú SP // Bariri
  87. 10/jan estadual // Sel.Salmourão SP 0 X 3 Osvaldo Cruz FC SP // Salmorão
  88. 11/jan interestadual // A Atlético C BA 0 X 1 AD Confiança SE // Antônio Carneiro // Alagoinhas // Reinauguração dos refletores
  89. 11/jan estadual // Sel.Itagibá BA 0 X 0 EC Poções BA // José Fontoura // Itagibá
  90. 11/jan estadual // ECPP Vitória da Conquista BA 1 X 0 Itabuna EC BA // Lomanto Júnior // Vitória da Conquista
  91. 11/jan estadual // Colo Colo FR BA 1 X 1 Comb. Ilhéus MG // Mário Pessoa // Ilhéus // 600
  92. 11/jan interestadual // Ceilândia EC DF 3 x 2 Anápolis FC GO // Abadião // Ceilandia
  93. 11/jan estadual // Rui Barbosa ES 0 X 1 SER Caxias do Sul RS // Homero Soldatelli // Flores da Cunha
  94. 11/jan interestadual // CRAC GO 2 X 0 Legião FC DF // G. da Fonseca // Catalão
  95. 11/jan interestadual // Mineiros EC GO 2 X 1 SE Vila Aurora MT // Odilon Flores // Mineiros
  96. 11/jan interestadual // Santa Helena EC GO 2 X 1 Brasília FC DF // Pedro Romualdo Cabral // Santa Helena de Goiás
  97. 11/jan interestadual // Jataiense GO 0 X 0 Ituiutaba EC MG // Jataí
  98. 11/jan interestadual // Trindade AC GO 2 x 0 Brasiliense FC DF // Trindade
  99. 11/jan estadual // América FC MG 9 X 0 Comb. Atletas s/ clube MG // CT Lanna Drumond // Belo Horizonte
  100. 11/jan estadual // Democrata FC MG 1 x 2 Guarani EC MG // Joaquim Henrique Nogueira // Sete Lagoas
  101. 11/jan estadual // Sel. Ibiá MG 0 X 9 Uberlândia SC MG // Municipal, JK // Ibiá
  102. 11/jan interestadual // Uberaba SC MG 0 X 3 Sertãozinho FC SP // Uberabão // Uberaba
  103. 11/jan estadual // CRAC MT 6 X 0 Sel. Dom Aguino MT //
  104. 11/jan estadual // Arari EC PA 0 x 2 CA Vila Rica PA // Cachoeira de Arari
  105. 11/jan interestadual // Sousa EC PB 1 x 1 ACD Potiguar RN // Antônio Mariz // Sousa
  106. 11/jan interestadual // Esporte CP PB 1 X 0 RS Independente RN // José Cavalcanti // Patos
  107. 11/jan estadual // Nacional AC PB 6 X 0 Soc.Esp.Mauriti PB // Perpetão // Cajazeiras
  108. 11/jan estadual // Treze FC PB 1 x 1 SE Queimadense PB // Presidente Vargas // Campina Grande // R$ 7.036,50 // 1132 (1245)
  109. 11/jan estadual // Quatro de Julho EC PI 1 X 1 Barras FC PI // Ytacoatiara // Piripiri // //
  110. 11/jan estadual // CA Paranavaí PR 3 X 1 Cianorte FC PR // Waldemiro Wagner // Paranavaí // R$ 6.555,00 // 665 (778)
  111. 11/jan estadual // ERA Engenheiro Beltrão PR 1 X 0 Peabiru PR //
  112. 11/jan estadual // Macaé Esporte FC RJ 1 X 0 Resende FC RJ // Arena Guanabara // Araruama
  113. 11/jan estadual // SC Santa Cruz RN 0 x 1 América FC RN // Iberezão // Santa Cruz
  114. 11/jan estadual // ACD Potyguar S RN 0 X 2 Centenário (Parelhas) RN // José Bezerra // Currais Novos
  115. 11/jan estadual // Macau EC RN 8 X 1 Sel. J. Camara RN //
  116. 11/jan estadual // ASSU FC RN 2 x 1 Sel Baraúnas RN //
  117. 11/jan estadual // GE Brasil RS 2 X 1 Sel. Chuí RS // Bento Freitas // Pelotas
  118. 11/jan interestadual // EC Novo Hamburgo RS 2 X 1 Avaí FC SC // Pinheirais // Gramado
  119. 11/jan interestadual // Joinville EC SC 2 X 2 J. Malucelli F PR // Arena // Joinville
  120. 11/jan interestadual // São Cristovão FC SE 0 x 1 Fluminense FFC BA // Campo do Limão // São Cristovão
  121. 11/jan estadual // Rio Preto EC SP 2 x 1 CA Penapolense SP // Anisio Haddad // São José do Rio Preto
  122. 11/jan estadual // UA Barbarense FC SP 1 x 0 CA Bragantino SP // Antônio Lins Ribeiro Guimarães // Santa Barbara Doeste // jogo suspenso por desentendimentos entre os joghadores (2° t)
  123. 11/jan estadual // Ituano FC SP 4 x 1 AA Internacional SP // CT Traffic // Porto Feliz
  124. 11/jan estadual // Mirassol FC SP 4 X 3 A Monte Azul SP // José maria de Campos Maia // Mirassol
  125. 11/jan estadual // SC Corinthians P SP 2 x 0 EC São José SP // Itu
  126. 12/jan interestadual // AA Coruripe AL 0 X 0 São Domingos F SE // Gerson Amaral // Coruripe // R$ 1.200,00 // 600 //
  127. 12/jan estadual // Maranguape FC CE 1 x 1 Ceará SC (B) CE // Moraizão // Maranguape
  128. 12/jan interestadual // Vitória FC ES 2 X 0 EC Democrata MG // Salvador Costa // Vitória
  129. 12/jan interestadual // SC Ulbra RS 4 X 3 Criciuma EC SC // Complexo Universidade // Canoas
  130. 12/jan estadual // EC São José RS 1 X 0 FC Santa Cruz RS // Porto Alegre
  131. 12/jan estadual // Sel. Imbituba SC 2 X 1 CA Tubarão SC // Imbituba
  132. 12/jan estadual // São Bernardo FC SP 2 X 0 Força EC SP // Primeiro de Maio // São Bernardo do Campo
  133. 13/jan interestadual // CSE AL 1 X 0 AO Itabaiana SE // Juca Sampaio // Palmeira dos Indios
  134. 13/jan estadual // CS Capelense AL AL 4 X 1 Sel. Quebrangulo AL // Manoel Moreira // Capela
  135. 13/jan estadual // Guarani EC MG 1 X 0 EC Itaúna MG // Waldemar Teixeira de Faria // Divinópolis
  136. 13/jan estadual // União EC MT 0 X 0 CRAC MT // CT // Rondonópçis
  137. 13/jan estadual // São Francisco PA 0 X 2 Paisandu SC PA // Cpo Sub-prefeitura // Ilhas Barbacena
  138. 13/jan estadual // Duque de Caxias FC RJ 1 X 0 Volta Redonda FC RJ // Ernani do Amaral Peixoto // Vassouras // P.A.
  139. 13/jan interestadual // EC Juventude RS 1 X 3 Avaí FC SC // Pinheirais // Gramado
  140. 14/jan interestadual // Brasiliense FC DF 2 X 1 Trindade AC GO // Boca do Jacaré // Taguatinga
  141. 14/jan interestadual // Vilavelhense FC ES 2 x 4 CR Vasco da Gama RJ // Campo do Independente // Vila Velha
  142. 14/jan estadual // Atlético CG GO 2 X 0 AA Luziânia DF // Antônio Accioly // Goiânia
  143. 14/jan interestadual // Anápolis FC GO 1 X 0 Brazlândia FC DF // CT Clube Renascer // Anápolis
  144. 14/jan interestadual // Itumbiara EC GO 1 X 2 Ituiutaba EC MG // JK // Itumbiara
  145. 14/jan interestadual // Mineiros EC GO 0 X 1 Araguaia AC MT // Odilon Flores // Mineiros
  146. 14/jan interestadual // Tupi FC MG 2 X 2 EC Tigres do Brasil RJ // Mário Helênio // Juiz de Fora
  147. 14/jan estadual // América FC MG 3 X 2 Formiga EC MG // Municipal // Capitólio
  148. 14/jan estadual // Uberlândia EC MG 5 X 0 CA Patrocinense MG // Municipal, JK // Ibiá
  149. 14/jan estadual // Tucuruí EC PA 1 X 2 C Remo PA // Navegantão // Tucuruí
  150. 14/jan estadual // AD Cabofriense RJ 7 X 1 Craques Sports RJ //
  151. 14/jan estadual // ABC FC RN 12 x 0 Sel. Esperança RN // Frasqueirão // Natal
  152. 14/jan estadual // São Paulo (BG) RS 1 X 7 Grêmio FPA RS // Complexo Esp. São Paulo // Bento Gonçalves
  153. 14/jan estadual // EC Avenida RS 0 X 0 ECRC Veranópolis RS // Eucaliptos // Santa Cruz do Sul
  154. 14/jan interestadual // Sertãozinho FC SP 1 X 2 Uberaba SC MG // Frederico Dalmazzo // Sertãozinho
  155. 14/jan estadual // São Bernardo FC SP 2 X 0 Grêmio E Osasco SP // Primeiro de Maio // São Bernardo do Campo
  156. 14/jan estadual // A Portuguesa D SP 1 X 1 SE Itapirense SP // Serra Negra
  157. 14/jan interestadual // EC Noroeste SP 0 X 0 AA Caldense MG // BTC/Campo // Águas de Lind[oia
  158. 14/jan estadual // Comercial FC SP 5 X 0 EC XV Novembro Jaú SP // Cpo Sta Maria Agrícola // Ribeirão Preto
  159. 14/jan estadual // EC Mogi Mirim SP 1 X 2 Rio Branco EC SP // João Paulo II // Mogi Mirim
  160. 14/jan estadual // A Monte Azul SP 1 X 0 Botafogo FC SP // Monte Azul Paulista
  161. 14/jan estadual // EC São Bento SP 2 X 1 Nacional AC SP // Paulínia
  162. 14/jan estadual // Oeste FC SP 0 X 0 Ferroviária F SP // Tabatinga
  163. 14/jan estadual // AD São Caetano SP 3 X 1 UA Barbarense FC SP // Águas de Lind[oia
  164. 14/jan estadual // SE Palmeiras SP 0 X 3 Rio Claro FC SP // Atibaia
  165. 14/jan estadual // GR Barueri SP 1 X 0 AA Flamengo SP //
  166. 15/jan estadual // Desportiva Capixaba ES 0 x 0 Vitória FC ES // Engenheiro Araripe // Cariacica
  167. 15/jan estadual // Guarani EC MG 1 X 0 Democrata FC MG // Waldemar Teixeira de Faria // Divinópolis
  168. 15/jan interestadual // Sel. Frutal MG 0 X 4 Rio Preto EC SP // Frutal
  169. 15/jan estadual // Rondonópolis EC MT 1 X 4 Luverdense EC MT // Luthero Lopes // Rondonópçis
  170. 15/jan estadual // Foz do Iguaçu FC PR 1 x 1 Cascavel CR PR // ABC // Foz do Iguaçu // 1000 //
  171. 15/jan estadual // Mesquita FC RJ 2 X 2 Madureira EC RJ // Arena Guanabara // Araruama
  172. 15/jan estadual // EC Internacional RS 1 X 1 EC São Luiz RS // Presidente Vargas // Santa Maria
  173. 15/jan estadual // FC Santa Cruz RS 1 X 2 GE Brasil RS // Vale do Sol // Ultimo gol de Claudio Milar pelo Brasil
  174. 15/jan estadual // Juventude SC 0 X 4 CA Tubarão SC // Laguna
  175. 15/jan interestadual // Oeste Paulista EC SP 2 X 1 Londrina EC PR // Eduardo José Farah // Presidente Prudente
  176. 15/jan estadual // AA Portuguesa SP 1 X 2 EC Força SP // Ulrico Mursa // Santos
  177. 15/jan estadual // Ituano FC SP 0 X 0 Campinas FC SP // Noveli Júnior // Itu
  178. 15/jan estadual // CA Taquaritinga SP 2 X 2 EC XV Novembro Jaú SP // Bariri
  179. 15/jan estadual // CA Sorocaba SP 1 X 0 CA Bragantino SP // CT Fazenda Ipê // Sorocaba
  180. 15/jan estadual // Marilia AC SP 2 X 1 CA Penapolense SP // Avanhandava